Divergências marcam última audiência pública virtual sobre o projeto de concessão da Cedae

Cedae

Publicado em 04/08/2020 - 22:55 Por Fabiana Sampaio - Rio de Janeiro

Nesta terça-feira (4), foi realizada a terceira e última audiência pública virtual para apresentar e debater o projeto de concessão dos serviços de saneamento básico da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), em até 64 municípios fluminenses.

 

O governo do estado pretende vender a outorga dos serviços de distribuição de água da Cedae, que continuará cuidando da captação e do tratamento da água na região metropolitana do Rio. Participaram diversas autoridades, especialistas, representantes de trabalhadores e da sociedade civil organizada.

 

O secretário de desenvolvimento econômico do Estado, Marcelo Lopes, ressaltou que o projeto, desenhado do pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), além de trazer benefícios para o meio ambiente e à saúde da população, deve gerar cerca de 28 mil empregos.

 

Segundo Lopes, a concessão regionalizada está alinhada ao novo marco regulatório do saneamento aprovado pelo Congresso Nacional.

 

Representante do Movimento Baía Viva, o ambientalista Sérgio Ricardo contestou a legalidade da audiência virtual para debater a proposta num cenário de pandemia. O ambientalista avalia que o processo foi acelerado e criticou a proposta de concessões que o governo trabalha.

 

O presidente do Instituto Trata Brasil, Edson Carlos, defende a nova modelagem do serviço e avalia que o importante é que o cidadão seja atendido no seu direito. Segundo Edson Carlos, o modelo atual não conseguiu dar conta do desafio da universalização do sistema e de entregar um serviço compatível com a tarifa que cobra. 

 

A pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública, da Fiocruz, Adriana Sotero, foi outra que criticou a realização da  audiência pública durante a pandemia e também a falta do contraditório aos participantes para as respostas dadas pelas autoridades. Sotero avalia que ainda há muitas lacunas no projeto elaborado.

 

Segundo o governo do estado, esse é o maior projeto de concessão em infraestrutura em andamento no país, com investimentos previstos de R$ 33,5 bilhões para universalizar o saneamento básico.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Educação

Cartilha do MEC orienta retorno às aulas presenciais para surdos

Material traz orientações para que medidas de segurança contra covid-19 sejam adaptadas às necessidades de aprendizado do grupo, como o uso de máscara transparente e a disposição de carteiras escolares.

Baixar arquivo
Saúde

Vacinados ainda podem ser infectados pelo coronavírus

De acordo com especialistas, a imunização evita casos graves da doença, mas não impede que a pessoa seja reinfectada - e transmita o vírus. Para evitar o contágio, vacinação deve ser combinada com distanciamento social e uso de máscara.

Baixar arquivo
Política

Senado: Cronograma para CPI da Covid será apresentado na segunda

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que na próxima segunda-feira, vai apresentar o cronograma e os procedimentos para a instalação da CPI da Covid-19.

Na primeira reunião serão escolhidos por meio de votação o presidente e o vice-presidente da Comissão.

Baixar arquivo
Política

Joaquim Silva e Luna é aprovado para a presidência da Petrobras

O general foi aprovado em reunião do Conselho de Administração da estatal realizada nesta sexta-feira (16). Também foram nomeados os sete integrantes da Diretoria Executiva da estatal. Três deles foram reconduzidos ao cargo.

Baixar arquivo
Saúde

Anvisa chega neste sábado a Moscou para vistoriar fábrica da Sputnik V

Conclusões vão subsidiar decisão sobre uso da vacina no Brasil. Anvisa faz busca ativa das informações, já que 40% dos documentos que devem ser entregues pelos fabricantes estão incompletos ou não chegaram a ser apresentados.

Baixar arquivo
Saúde

SP: Crianças e gestantes foram vacinadas contra covid por engano

 Ao todo, 51 pessoas foram vacinadas contra a covid-19 por engano no estado de São Paulo. Eram pessoas que deveriam tomar a vacina contra a gripe e acabaram recebendo doses da Coronavac.

Baixar arquivo