INSS retoma perícias médicas em 151 agências nesta quinta (17)

Unidades passaram por vistoria para retorno seguro dos atendimentos

Publicado em quarta-feira, 16 Setembro, 2020 - 17:58 Por Victor Ribeiro - Brasília

O serviço de perícia médica do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deve ser retomado nesta quinta-feira (17) em 151 agências espalhadas pelo Brasil. A decisão ocorreu depois que inspeções de representantes do instituto e da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia verificaram que essas unidades atendem as exigências da Associação Nacional dos Médicos para o retorno seguro às atividades, sem risco de contaminação pelo novo coronavírus.

A novidade foi anunciada pelo presidente do instituto, Leonardo Rolim, nesta quarta-feira, após ele e os secretários especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, e de Previdência, Narlon Gutierre, acompanharem a vistoria de uma das unidades de atendimento da Previdência na região central de Brasília. Leonardo garantiu que essas 151 agências estão prontas para retomar o trabalho de perícia.

Após a inspeção na agência da Previdência aqui em Brasília, o secretário especial da Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, assegurou que a retomada das perícias médicas será com segurança para todos.

Na última segunda-feira (14), 600 agências do INSS espalhadas pelo Brasil reabriram as portas para atendimento agendados pelo telefone 135, pelo site e pelo aplicativo Meu INSS. Existia a previsão de que as perícias médicas também voltassem, mas os médicos se recusaram a retornar ao trabalho presencial, alegando falta de segurança. Então, ficaram disponíveis os serviços de cumprimento de exigências, avaliação social, reabilitação profissional e justificativa administrativa.

Procurada nesta quarta-feira pela Rádio Nacional para se manifestar sobre a retomada das perícias médicas, a Associação Nacional dos Médicos Peritos não se posicionou sobre o assunto. Mas nessa terça-feira, o órgão divulgou nota afirmando que a categoria não iria reconhecer nenhuma vistoria realizada por agentes externos. Também acrescentou que espera a revogação de portaria da Secretaria de Especial de Previdência e INSS sobre o assunto, publicada nessa terça, para permitir que o Serviço de Perícia Médica Federal volte a ordenar o fluxo das inspeções.

Edição: Ana Pimenta

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo