Covid-19: Boa Vista limita horário de comércio e espaços públicos

Estabelecimentos só podem funcionar até 22h na capital de Roraima

Publicado em 20/01/2021 - 16:46 Por Poliana Araújo, da Rádio Roraima - Boa Vista

A prefeitura de Boa Vista editou um decreto com novas medidas para evitar a disseminação do coronavírus na capital roraimense. Bares, restaurantes, lanchonetes, conveniências, flutuantes, os espaços públicos em geral para visitação, passeios e práticas esportivas só podem funcionar até 22h.

 

Mais detalhes com Poliana Araújo, da Rádio Roraima

Últimas notícias
Geral

Falésias de Morro de São Paulo (BA) correm risco de desabamento

O alerta da prefeitura de Cairu, na Bahia, foi reforçado após o período de fortes chuvas no estado. Há trechos de Morro de São Paulo onde há, inclusive, condomínios residenciais que ficam perto das falésias. Quem mora, ou trabalha nessas áreas, já foi informado sobre os riscos.

Baixar arquivo
Economia

Índice Geral de Preços registra alta de 17,82% nos últimos 12 meses

A inflação medida pelo IGP-10,  Índice Geral de Preços, calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, subiu 1,79% em janeiro.

Baixar arquivo
Geral

Volta do rodízio registra trânsito abaixo da média na capital paulista

Houve apenas um pico de 1,5% das vias congestionadas às 8 horas e a partir das 10h também foi registrado um fluxo abaixo para o dia e horário com 0,5% das vias congestionadas nesse período.

Baixar arquivo
Cultura

Nove em dez artistas perderam dinheiro durante a pandemia no Brasil

Este é um dos dados da pesquisa "Músicos e Pandemia", realizada em parceria entre a União Brasileira dos Compositores e a ESPM, Escola Superior de Propaganda e Marketing. E quase metade dos entrevistados perderam 100% da renda que ganhavam com música antes da pandemia. 

Baixar arquivo
Saúde

Aparecimento de superfungo em Pernambuco coloca autoridades em alerta

O microrganismo tem uma alta taxa de letalidade e é resistente a antifúngicos e outros medicamentos.

Baixar arquivo
Cultura

Com retorno do público ao cinema, bilheteria cresce 35% em 2021

Segundo Tiago Mafra, diretor da Ancine, a Agência Nacional do Cinema, a reação veio com o avanço da vacinação e a reabertura gradual das salas a partir de 2021.

Baixar arquivo