Belo Horizonte retoma atividades econômicas e aulas nesta segunda

Continua a restrição quanto ao horário de venda de bebidas alcoólicas

Publicado em 01/02/2021 - 17:37 Por Leandro Siqueira, da Rádio Inconfidência - Belo Horizonte

Depois de três semanas de restrição, o comércio e outras atividades econômicas foram retomadas nesta segunda-feira (1º) em Belo Horizonte.

Na sexta-feira (29), o prefeito Alexandre Kalil anunciou que o comércio, incluindo bares e restaurantes, poderiam voltar a funcionar em horário normal, desde que respeitassem as medidas de prevenção à covid-19.

De acordo com o decreto, publicado no último sábado (30), com poucas exceções, todas as atividades econômicas estão autorizadas a funcionar normalmente. A venda e o consumo de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes estão autorizados das 11h às 15h de segunda a sábado. Aos domingos, esses estabelecimentos devem ficar fechados.

Outra restrição é no funcionamento de teatros e exposições, congressos e seminários que precisam de uma licença especial da prefeitura. Além das atividades econômicas, as aulas na rede municipal de ensino foram retomadas nesta segunda-feira, mas de forma remota, com exceção do ensino infantil.

Ainda de acordo coma prefeitura, a Secretaria de Educação irá distribuir tablets para os alunos e professores para ajudar nas aulas online, e também o material didático impresso, que será distribuído aos alunos, para que possam acompanhar as aulas.

A volta das aulas presenciais na capital, tanto na rede pública, como particular, pode acontecer a partir do mês de março, de forma gradativa. Como informou a prefeitura, essa volta irá depender da redução dos indicadores da pandemia na cidade.

Assim como o governo do estado, em diversos outros municípios, a prefeitura não vai decretar ponto facultativo nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro, quando ocorreria o carnaval de 2021. Com isso, repartições públicas e comércio poderão funcionar em horário normal durante esses dias.

De acordo com a prefeitura, não há previsão para realização do carnaval este ano na cidade. E não serão autorizados desfiles de escolas de samba, blocos caricatos, blocos de rua, bailes de carnaval e shows em espaços públicos e particulares.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Bolsonaro participa da entrega de espadins na Escola Naval

Na cerimônia, o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, disse que o recebimento do espadim é a materialização do esforço e da dedicação dos aspirantes.

Baixar arquivo
Educação

Inscrições do Enem 2021 começam em 31 de junho também para treineiros

Estudantes que ainda não completaram o terceiro ano do ensino médio e estão interessados em fazer o Enem - Exame Nacional do Ensino Médio para se autoavaliar, podem se inscrever para a prova como treineiros, mas, apenas para a versão impressa.

Baixar arquivo
Cultura

Morto por covid, diretor de carnaval Laíla é enterrado no Rio

Laíla morreu na sexta-feira por complicações da covid-19. O carnaval carioca também perdeu nessa sexta Amadeu Amaral, o mestre Mug, que por 30 anos comandou a bateria da escola de samba Vila Isabel.

Baixar arquivo
Saúde

Rio inclui gestantes no calendário único de vacinação

A medida também inclui lactantes e  puérperas sem comorbidades. Essas vacinações  devem ser feitas com prescrição médica.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz entrega mais cinco milhões de vacinas da AstraZeneca

Somando a entrega desta semana, já são 54,8 milhões de doses produzidas e disponibilizadas ao Ministério da Saúde. Outras quatro milhões foram importadas prontas do Instituto Serum da Índia. 

Baixar arquivo
Geral

Treze anos depois, Lei Seca está mais rígida

Atualmente, quem for flagrado conduzindo em via pública com qualquer nível de álcool no sangue tem que pagar quase R$ 3 mil de multa e ficar 12 meses sem carteira de habilitação. Esta é considerada uma infração gravíssima, assim como se recusar a fazer o teste do bafômetro.

Baixar arquivo