Mais de 4 milhões de brasileiros vivem em áreas de risco, alerta CPRM

Último levantamento mostra situação de risco em 17 estados

Publicado em segunda-feira, 22 Fevereiro, 2021 - 13:12 Por Beatriz Albuquerque - Brasília

Medo. Esse é o sentimento das 70 famílias que moram na Vila Betânia, em Belo Horizonte, considerada como área de risco para inundações. Gladson Reis é líder comunitário e morador da região. Ele contou para gente como essas pessoas têm vivido nos últimos tempos.

Junto com as famílias da Vila Betânia, outros 4 milhões de brasileiros vivem em áreas de risco de deslizamentos e inundações no país. Isso é o que aponta estudos do Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

Desde 2012, o serviço já mapeou 1.605 municípios do Brasil e identificou cerca de 954 mil moradias em locais perigosos.

No último levantamento, de junho de 2020, foram identificadas 300 mil pessoas em situação de risco, em 17 estados. Os técnicos identificam as áreas com potencial ou histórico de ocorrências de desastres, como deslizamentos de terra, inundações, enxurradas, processos erosivos e queda de rochas. 

Julio Lama, responsável pelas pesquisas do instituto, explica que os dados levantados são muito úteis para prevenir desastres e minimizar os danos.

É importante que moradores das áreas de risco sigam sempre a determinação de desocupação de residências emitida pela Defesa Civil, o que evita tragédias maiores. Outra orientação das autoridades é que esses moradores fiquem atentos a sinais como trincas no solo, na parede de casa ou no quintal, estalos em rochas, troncos de árvores ou postes começando a se inclinar e o surgimento de águas mais barrentas que o normal.

Nesses casos, a recomendação é deixar a casa, procurar um local seguro e acionar a Defesa Civil pelo telefone 199.

 


 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

Prazo para prestar conta com o Leão começa nesta segunda-feira

Começa a correr nesta segunda-feira (01) o prazo para a apresentação das contas ao Leão. O contribuinte pode entregar a Declaração do Imposto de Renda até o dia 30 de abril e precisa ficar atento a algumas mudanças.

Baixar arquivo
Saúde

Dia Mundial da Doença Raras marca importância do diagnóstico

No dia em que se celebra o Dia Mundial da Doença Rara nós temos uma missão, identificar a complexidade dessa luta junto à entidades, órgãos governamentais e pacientes.

Baixar arquivo
Geral

Chuvas fortes causaram estragos em várias regiões do país em fevereiro

Fevereiro se despede com chuvas fortes que causaram estragos em várias regiões do Brasil. O mapa meteorológico do país durante o mês ficou todo marcado com as cores amarela, laranja e vermelha, em alerta de perigo por causa da quantidade de chuvas.

Baixar arquivo
Saúde

Novo decreto do governador do DF visa para diminuir aglomerações

O Distrito Federal entrou em lockdown neste domingo (28), valendo até o dia 15 de março. O novo decreto do governador Ibaneis Rocha, publicado nesse sábado, é para diminuir as aglomerações, já que faltam leitos hospitalares para covid-19.

Baixar arquivo
Economia

Postos de combustíveis vão receber dispositivo de certificação digital

Quem tem carro, moto ou caminhão sabe que as despesas com o combustível estão pesando cada vez mais no bolso.

Baixar arquivo
Geral

Pará entra no período de alta safra da pupunha e produção do palmito

Em época de alta safra da pupunha no Pará, especialista chama a atenção para mais investimentos neste mercado. 

Os detalhes com João Paulo Seabra Rádio Cultura FM de Belém. 

Baixar arquivo