Rio: motoristas do BRT fazem greve por salário integral e em dia

Ônibus comum e vans ficaram lotadas por causa da paralisação de hoje

Publicado em 01/02/2021 - 16:22 Por Cristiane Ribeiro - Rio de Janeiro

O carioca amanheceu esta segunda-feira sem o BRT, os ônibus articulados que circulam em três corredores do Rio de Janeiro e transportam milhares de pessoas por dia. A greve provoca aglomeração no sistema de ônibus comum, já que as pessoas estão embarcando nesses ônibus lotados e sem máscaras. Segundo a BRT Rio, concessionária responsável pelos serviços, o movimento ocorreu devido à greve de motoristas.

O diretor do Sindicato dos Rodoviários, Adhemir de Souza, disse que a paralisação é um protesto pelo sistema de rodízio adotado pela concessionária, em que os rodoviários do BRT não recebem pelos dias que ficam sem trabalhar, nem tem a garantia do pagamento no quinto dia útil do mês. Adhemir de Souza garantiu que no momento em que as reivindicações forem atendidas, a categoria volta ao trabalho.

Para ajudar no transporte de passageiros até as estações de trem e metrô, a Secretaria de Transportes está pedindo às empresas de ônibus que estendam seus itinerários até os grandes terminais.

A Guarda Municipal iniciou, às 4h, um plano de contingência, atuando em 10 estações do BRT, nos três corredores. A cidade está em estágio de atenção, terceiro nível em uma escala de cinco. Isto acontece quando uma ou mais ocorrências afetam a rotina da população.

O prefeito Eduardo Paes fez um apelo para os motoristas voltarem a trabalhar.  E disse acreditar que esta não seja uma paralisação combinada entre empresa e rodoviários.

O BRT Rio alegou que os problemas são causados pela pandemia de Covid-19 e o congelamento de tarifa há dois anos. E que não tem dinheiro para pagar a segunda parcela do salário de janeiro dos funcionários, nem para comprar combustível.

E, o RioÔnibus, Sindicato das Empresas de Ônibus do Rio de Janeiro, lamentou a paralisação do BRT e teme que o movimento atinja outras empresas, que também enfrentam uma crise econômico-financeira.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Covid-19: vacina pesquisada em MG tem resposta positiva em camundongos

Pesquisa é desenvolvida por pesquisadores da Fiocruz e da Universidade Federal de Minas Gerais. Fase atual é de testes em macacos.

Baixar arquivo
Cultura

Museu Nacional do RJ inaugura mostra virtual sobre povos indígenas

A diversidade e a cultura dos povos indígenas poderão ser vistas em uma mostra virtual do Museu Nacional no Rio de Janeiro, por meio de painéis históricos, musicas, filmes e fotografias. A exposição Os Primeiros Brasileiros foi inaugurada nesta terça-feira.

Baixar arquivo
Política

Senado cria CPI da covid-19

Comissão investigará ações do governo federal no enfrentamento da pandemia e também denúncias de desvios de recursos da União repassados a estados e municípios.

Baixar arquivo
Cultura

Lançado o "Mapeamento de Projetos Sociais Arte Toda Gente"

Foi lançado nesta terça-feira o Mapeamento de Projetos Sociais Arte de Toda Gente, uma parceria da Funarte-Fundação Nacional de Artes –  e a Universidade Federal do Rio de Janeiro. As iniciativas são relacionadas com música,  artes, patrimônio, inclusão e acessibilidade.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Peixes aparecem em afluente do Rio Pinheiros, em SP, e causam surpresa

O governo do estado diz que a presença dos animais são resultado do programa de saneamento básico da região. Coordenador de ONG afirma, no entanto, que ainda falta muito para o rio ser considerado despoluído.

Baixar arquivo
Segurança

PA, SC, RS e DF registram queda nos índices de criminalidade

Três estados brasileiros e o Distrito Federal apontaram queda na criminalidade no mês passado. Para o membro do Fórum Nacional de Segurança Pública, Rafael Alcadipani, a redução de crimes tem mais relação com a pandemia do que com a atuação da polícia. Mas os secretários de segurança discordam.

Baixar arquivo