Um em cada cinco brasileiros não tem acesso à internet, segundo IBGE

Pnad Contínua indica ainda desigualdade de acesso entre estudantes

Publicado em 14/04/2021 - 16:15 Por Lígia Souto - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Quase 40 milhões de brasileiros não tinham acesso à internet em 2019. O número representa 21,7% da população com idade acima de 10 anos e faz parte da Pnad Contínua, divulgada nesta quarta-feira (14) pelo IBGE. Apesar de expressivo, o resultado mostra uma redução em relação a 2018, quando quase 46 milhões de pessoas não estavam conectadas no país.

O suplemento, que analisou o uso da internet pelas famílias brasileiras, mostra o efeito da desigualdade entre os estudantes. Nas escolas particulares, a maioria, ou 98,4% tiveram acesso à internet no ano avaliado.

Já para aqueles da rede pública de ensino, o percentual foi 83,7%. Isso significa dizer que em 2019, mais de 4 milhões de alunos das unidades públicas não navegaram na internet. Nas instituições privadas o número foi bem menor, apenas 147 mil.

A Pnad também aponta diferenças de acesso por região do país. No Norte e Nordeste o percentual de estudantes da rede pública que utilizaram a internet foi de 68,4% e 77%, respectivamente, enquanto nas demais regiões este percentual variou de 88,6 a 91,3%.

A diferença fica ainda maior quando são considerados os estudantes das escolas particulares: nesse caso, o uso da rede de computadores ficou acima de 95% nas cinco regiões do país.

A desigualdade entre os alunos das redes pública e privada fica evidente também quando se observa as razões para a falta de acesso à internet. A técnica do IBGE responsável pela pesquisa, Alessandra Brito, destaca que a questão financeira é o principal fator apresentado.

Entre os quase 40 milhões de brasileiros que não utilizaram a internet em 2019, os principais motivos alegados foram os seguintes: 43,8% disseram não saber utilizar; 31,6% afirmaram não ter interesse. Já para 18%, o custo financeiro foi a justificativa para não acessar o serviço.

Edição: Vitória Elizabeth/ Sumaia Villela

Últimas notícias
Economia

Consumidores pretendem parcelar despesas de começo de ano

Uma sondagem feita pelo Instituto Fecomércio-RJ mostra que aumentou o número de consumidores que pretendem parcelar despesas de IPTU, IPVA e material escolar em 2022.

Baixar arquivo
Economia

Conselho Monetário facilita acesso ao crédito rural por assentados

Agricultores familiares vão ter agora acesso ao crédito rural mesmo sem o registro individual do lote. A alteração das normas foi anunciada nesta sexta-feira pelo Conselho Monetário Nacional.

Baixar arquivo
Geral

Governo de SP publica edital para conclusão de trecho do Rodoanel

A previsão de investimentos para conclusão dessa obra é de R$ 3 bilhões.

Baixar arquivo
Justiça

Homem consegue o direito do descarte de embriões após o divórcio

Na época em que o casal fez o procedimento, Conselho Federal de Medicina obrigava que a decisão sobre uso dos embriões deveria ser prevista no ato do contrato do serviço. Para a Justiça do DF, porém, a decisão final deverá ser do casal e não de uma instituição.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Denúncias de trabalho semelhante à escravidão aumentaram 70% em 2021

Foram mais de 1.415 denúncias em 2021. E o Ministério Público resgatou mais de 1600 trabalhadores.

Baixar arquivo
Economia

Governo lança MP para o Programa Nacional de Serviço Civil Voluntário

Para capacitar jovens que estão fora do mercado de trabalho, o governo federal lançou, nessa sexta-feira, o Programa Nacional de Serviço Civil Voluntário, por meio de uma Medida Provisória.

Baixar arquivo