Acordo dá maior poder à Igreja Católica sobre área do Cristo Redentor

Publicado em 04/04/2022 - 12:57 Por Tâmara Freire - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O Governo Federal e a Mitra Arquiepiscopal do Rio de Janeiro celebraram um novo protocolo de intenções e o Acordo de Convivência para a gestão da área onde fica o Cristo Redentor. A estátua faz parte do Santuário da Igreja Católica, mas fica no Morro do Corcovado, que integra o Parque Nacional da Tijuca, sob administração do ICMBio.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou da cerimônia de assinatura do protocolo, nesta segunda-feira, aqui no Rio de Janeiro.

O protocolo tem validade de 10 anos e estabelece os termos do ordenamento público do local. O objetivo é mitigar os impactos ambientais e garantir a manutenção e a acessibilidade ao Cristo Redentor, em acordo com a preservação da biodiversidade do Parque Nacional. O ministro do meio ambiente Joaquim Leite ressaltou os esforços conjuntos do ICMBIo - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - e da Arquidiocese para construir um entendimento.

O Cristo Redentor foi inaugurado em 1931 e logo em seguida repassado para a administração da Igreja. Já o Parque Nacional da Tijuca foi criado trinta anos depois, o que gerou a necessidade de entendimento entre a arquidiocese e o governo federal.

De acordo com o cardeal do Rio de Janeiro Dom Orani Tempesta a passagem das décadas justifica a necessidade de uma atualização no acordo de convivência

Como é o principal ponto turístico do estado, e um cartão postal do Brasil, o Cristo Redentor recebe cerca de 3 milhões de visitantes por ano.

Edição: Leila dos Santos / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Geral

MST faz balanço de ocupações durante Jornada de Lutas

Como parte da Jornada Nacional de Lutas, o MST, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, realizou 24 ocupações em 11 estados brasileiros, nesta segunda-feira, mobilizando mais de 20 mil famílias sem terra.

Baixar arquivo
Economia

Aumenta o número de bares e restaurantes com prejuízos

As dívidas acumuladas fizeram 31% das empresas do Brasil funcionarem no vermelho em fevereiro.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Programa de Reforma Agrária deve incluir 300 mil famílias até 2026

Dez tipos de propriedades serão disponibilizados para os assentamentos, entre elas, imóveis rurais considerados improdutivos, pelo Incra, áreas rurais em posse de bancos e empresas públicas, terras estaduais usadas para abater dívidas com a União e áreas confiscadas por exploração de trabalho semelhante à escravidão.

Baixar arquivo
Economia

Governadores discutem renegociação de dívidas dos estados

Governadores de cinco estados se reuniram nesta segunda-feira (15) com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para discutir o refinanciamento das dívidas estaduais.

Baixar arquivo
Economia

LDO para 2025 prevê déficit zero e salário mínimo de R$ 1.502

A previsão está na Lei de Diretrizes Orçamentárias que o Ministério do Planejamento e Orçamento entregou ao Congresso Nacional.

Baixar arquivo
Geral

Governo pede que CNJ estabeça critérios para saidinha de presos

O pedido foi encaminhado após a sanção, com vetos, da lei que reformou o instituto da saída temporária de presos em regime semiaberto, assinada na semana passada pelo presidente Lula.

Baixar arquivo