Parlamentares vão pedir cassação de Nikolas após fala transfóbica

Publicado em 09/03/2023 - 09:51 Por Ana Lúcia Caldas - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Um discurso transfóbico, no Dia Internacional da Mulher, na Câmara dos Deputados, levou diversos parlamentares a pedirem a cassação do deputado Nikolas Ferreira, do PL de Minas Gerais. Desde 2019, a transfobia - preconceito às pessoas transgênero - é considerada crime no país.

De forma irônica, Nikolas Ferreira colocou uma peruca amarela e disse que se chamava deputada Nicole e falou ao Plenário da Câmara dos Deputados. Ele criticou as pessoas trans.

O presidente da Câmara, Arthur Lira, afirmou que o local não é palco para exibicionismo e discursos preconceituosos.

A deputada Tabata Amaral, do PSB de São Paulo, disse que, junto com a bancada do partido, vai apresentar ao Conselho de Ética representação pedindo cassação do mandato do parlamentar.

A deputada Duda Salabert, do PDT de Minas Gerais, ao lado de Erika Hilton, do Psol de São Paulo, foram as primeiras mulheres trans a serem eleitas deputadas federais no país. Duda Salabert também se manifestou no plenário.

A deputada disse que também vai entrar com uma representação contra Nikolas Ferreira por quebra de decoro parlamentar. Aliás, Nikolas já responde por transfobia contra Duda Salabert por ter afirmado que somente se referiria a ela como “ele”.

A bancada do PSOL já informou que vai ingressar com uma notícia-crime no Supremo Tribunal Federal para que o deputado seja responsabilizado pelo crime de transfobia.

O Ministério Público Federal acionou a Câmara para que o discurso do deputado seja apurado, para averiguar "suposta violação ética".

Edição: Rádio Nacional/ Marizete Cardoso

Últimas notícias
Saúde

Campanha de vacinação: 22% do público-alvo tomou vacina contra gripe

A meta é vacinar 75,8 milhões de pessoas. Mas até agora foram vacinadas 14,4 milhões. 

 

Baixar arquivo
Geral

Apoiadores de Bolsonaro fazem ato público no Rio de Janeiro

Os discursos de aliados do ex-presidente misturaram política e religião, em favor de Bolsonaro, do dono da rede social X, Elon Musk, e da liberdade de expressão.

Baixar arquivo
Saúde

Brasil registra paciente com cólera em Salvador

O caso autóctone da doença – que teve origem no local onde ocorreu o diagnóstico - foi confirmado pelo Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Política

PEC do Quinquênio deve ser analisada no plenário do Senado nesta terça

A proposta de Emenda à Constituição estabelece um adicional por tempo de serviço para magistrados, integrantes do Ministério Público, advogados públicos, delegados da Polícia Federal e outras carreiras.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Mulheres vão às ruas pelo direito ao parto humanizado

Na marcha, mulheres reivindicam o direito de escolha na hora do parto e o direito ao atendimento por enfermeiras obstétricas.

Baixar arquivo
Segurança

Perfis bloqueados no X por ordem judicial ainda fazem transmissões

Isso é o que diz um relatório parcial da Polícia Federal (PF) aberto para investigar o empresário norte-americano e dono do antigo Twitter, Elon Musk. Foi constatado ainda que os perfis interagem com usuários brasileiros.

Baixar arquivo