PF acompanhará investigação sobre assassinato de três médicos no Rio

Publicado em 05/10/2023 - 10:13 Por Cristiane Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

A Polícia Federal deve acompanhar a investigação do assassinato de três médicos em um quiosque na orla da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, na madrugada dessa quinta-feira (4). A informação é do ministro Flávio Dino, por meio das redes sociais. Segundo ele, a decisão aconteceu por causa da hipótese de relação com a atuação no Congresso dos deputados federais pelo Psol de São Paulo, Sâmia Bomfim e Glauber Braga, irmã e cunhado do médico Diego Ralf Bomfim, morto na ação. 

Além dele, foram vítimas dos disparos Marcos de Andrade Corsato, de 62 anos, e Perseu Ribeiro Almeida, de 33 anos. Os três são ortopedistas que atuam fora do estado do Rio; e estavam na cidade para participar de um Congresso Internacional de Ortopedia, que começou nesta quinta-feira. 

Uma quarta vítima do ataque, também médico, ficou ferida e foi encaminhada ao hospital municipal Lourenço Jorge, no mesmo bairro. Segundo a Secretaria de Saúde do Rio, o médico foi atingido por três tiros e seu estado de saúde é estável. 

A Polícia Militar informou que os médicos foram vítimas de um ataque a tiros por homens que desceram de um carro, em frente ao quiosque, e fizeram os disparos. 

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da capital.  

O Secretário de Segurança Pública de São Paulo, Guilherme Derrite, e o delegado-geral da Polícia Civil, Dr. Artur Dian, informaram que a Polícia Civil do estado também está enviando uma equipe ao Rio de Janeiro para auxiliar nas investigações. 

O presidente Lula também se manifestou pelo X (antigo Twitter). Na nota, o presidente diz que recebeu com grande tristeza e indignação a notícia da execução dos médicos e manifestou solidariedade aos familiares dos médicos e aos deputados Sâmia Bomfim e Glauber Braga. 

 

Últimas notícias
Cultura

RJ: exposição marca a Década Internacional das Línguas Indígenas

Uma imersão na língua dos povos indígenas, com sua história, memória e realidade atual. Essa é a temática da exposição “Nhe’ẽ Porã: memória e transformação”, no Museu de Arte do Rio. 

Baixar arquivo
Internacional

Irã não acusa Israel por ataque e minimiza ação

Líderes mundiais voltaram a fazer apelos para conter a tensão no Oriente Médio. Em Teerã, milhares foram às ruas depois das orações de sexta-feira em resposta ao aparente ataque. Um comandante iraniano, falando à multidão, confirmou que objetos suspeitos foram abatidos, sem responsabilizar Israel.

Baixar arquivo
Geral

Polícia investiga morte de adolescente agredido em escola de São Paulo

Secretaria de Segurança Pública de São Paulo diz que o caso está sendo investigado como morte suspeita, e que o corpo da vítima passará por necropsia. 

Baixar arquivo
Geral

Entenda sobre a PEC das drogas que tramita no Congresso Nacional

O Senado Federal já aprovou o texto da Proposta de Emenda Constitucional que criminaliza o porte e a posse de drogas. Agora a Câmara dos Deputados vai analisar.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia completa 35 anos

Organização está presente nos nove estados da Amazônia Legal, junto a 800 mil indígenas e 180 povos. E atua na articulação dos direitos indígenas, inclusive os povos de recente contato, além de buscar o fortalecimento das políticas púbicas para os territórios.  

Baixar arquivo
Geral

Nove corpos retirados de embarcação à deriva no Pará serão sepultados

Os corpos serão sepultados temporariamente em Belém até que as identidades sejam estabelecidas e as família formalmente comunicadas.

Baixar arquivo