Defesa Civil alerta que área sobre mina da Braskem continua afundando

Publicado em 08/12/2023 - 14:13 Por Madson Euler - Repórter da Rádio Nacional - São Luís

Em relatório divulgado nesta sexta-feira, a Defesa Civil de Alagoas informa que o afundamento do solo sobre a mina da Braskem é de 2,06 metros de profundidade, se mantendo o afundamento diário acima dos 5cm. O relatório aponta não haver estabilização do solo no bairro Mutange, em Maceió, e também há insegurança de prédios de bairros vizinhos. A principal recomendação é para que a população não transite na área desocupada. 

Técnicos do Ministério de Minas e Energia, do Serviço Geológico do Brasil e da Agência Nacional de Mineração, que compõem a sala de situação do governo federal, continuam na capital alagoana para análises diárias a partir dos dados sísmicos da área afetada obtidos pelas Defesas Civis estadual e municipal e pela petroquímica Braskem, que acompanham o local em tempo integral.  

O Ministério Público do Estado de Alagoas criou um link especial dentro do site do próprio MP, onde é possível encontrar todas as informações sobre o trabalho desenvolvido pelos promotores de Justiça. No endereço mpal.mp.br, é possível encontrar as iniciativas desenvolvidas em conjunto com o Ministério Público Federal, a Defensoria Pública da União e a Defensoria Pública de Alagoas, além das ações ajuizadas e acordos formalizados. 

Na próxima segunda-feira, às 9 horas da manhã, está prevista uma reunião do governador Paulo Dantas com os moradores das comunidades Flexal de Baixo e Flexal de Cima, localizadas em Bebedouro, bairro vizinho ao Mutange, sobre o caso Braskem.  

Um dos pontos da reunião é sobre o risco em relação às moradias, que não está totalmente descartado. Houve inclusive recomendação da Defesa Civil para que os moradores deixassem suas casas no final de novembro.  Os moradores dos Flexais já cobram a realocação desde que a desocupação foi iniciada em 2019, mas segundo relatos, a resposta do poder público era de que a região não seria afetada diretamente pela mineração da Braskem.  

Edição: Nadia Faggiani/Edgard Matsuki

Últimas notícias
Geral

Ponte Rio-Niterói completa 50 anos nesta segunda

A ponte foi inaugurada em 1974, erguida sobre as águas da Baía de Guanabara ajuda a compor um dos principais cartões postais da cidade. Foram 5 anos para construir a via que liga a cidade do Rio de Janeiro ao município de Niterói, além da Região dos Lagos e do litoral norte fluminense.

Baixar arquivo
Saúde

Natal decreta situação de emergência por causa da dengue

A Prefeitura adotou a medida, que vale por 90 dias, devido ao crescimento da doença por três semanas seguintes, o que caracteriza uma epidemia.

Baixar arquivo
Economia

Toyota vai investir R$ 11 bilhões no Brasil

A previsão é que a montadora lance novos modelos de automóveis nos próximos anos.

Baixar arquivo
Saúde

OMS estima que haverá 700 milhões de pessoas obesas em 2025

Dia 4 de março é o Dia Mundial da Obesidade, data de conscientização sobre essa doença que cresce a cada ano. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, em 2025, 2,3 bilhões de adultos ao redor do mundo estarão acima do peso, sendo 700 milhões de indivíduos com obesidade.

Baixar arquivo
Esportes

Confira resultados dos jogos de futebol do fim de semana

Neste domingo (3), no Campeonato Baiano, o Bahia venceu o Jacuipense por 2 a 0 e o Vitória venceu Itabuna também por 2 a 0. Já no Campeonato Carioca, Taça Guanabara, o Botafogo goleou o Fluminense 4 a 2 e o Vasco goleou a Portuguesa por 4 a 0. 

Baixar arquivo
Política

Mudanças nas regras eleitorais estão na pauta do Senado esta semana

Novas regras eleitorais devem ser debatidas na Comissão de Constituição e Justiça do Senado nesta semana. Entre as principais mudanças, aumento de 4 para 5 anos dos mandatos políticos, o fim da reeleição para o executivo, e também a possibilidade de coincidência entre as eleições federal, estaduais e municipais, que podem ocorrer no mesmo dia.

Baixar arquivo