Programa de Aquisição de Alimentos quer reduzir desperdício

Publicado em 23/02/2024 - 17:10 Por Leandro Martins - repórter da Rádio Nacional - São Paulo

Combater o desperdício de alimentos. Esse é um dos objetivos debatidos, nessa quinta-feira (22), por representantes da Companhia Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) e o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS).

Durante o encontro, o ministro Wellington Dias tratou de possibilidades de parcerias com a Ceagesp, para combater o desperdício de alimentos, a partir de um trabalho de incentivo à agricultura familiar. Esse tipo de ação já é realizada no Programa de Aquisição de Alimentos, coordenado pelo MDS.

A proposta, que ainda está sendo elaborada, deve contemplar as famílias que vivem na área rural e têm a subsistência a partir de pequenas produções.

Em dezembro de 2023, o órgão firmou parceria com a Rede de Bancos de Alimentos a fim de reduzir o desperdício de alimentos, desde a produção até a mesa das famílias.

Edição: Roberta Lopes / Liliane Farias

Últimas notícias
Educação

Senado: Comissão de Educação debate novo ensino médio

Serão realizadas duas audiências públicas nesta semana sobre o tema. O texto, já aprovado pela Câmara, precisa ser votado na comissão antes de seguir para o plenário.

Baixar arquivo
Geral

Motoristas profissionais devem fazer toxicológico até dia 30

Termina em 30 de abril o prazo para realização do exame toxicológico dos condutores de veículos das categorias C, D e E, que são os motoristas profissionais.

Baixar arquivo
Geral

PCC é alvo de operação do MP de SP no combate a fraudes em licitações

A área de atuação dessa quadrilha englobava cidades do interior, da grande São Paulo e do litoral.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

PM e famílias negociam ocupação de prédio no bairro Mandaqui, em SP

A polícia militar e as famílias que estão em uma ocupação no bairro do Mandaqui, na zona norte da cidade, seguem negociando a desocupação do local.

Baixar arquivo
Geral

Assassino de Ari Uru-Eu-Wau-Wau é condenado a 18 anos de prisão

O comerciante João Carlos da Silva foi condenado, inicialmente em regime fechado, pelo crime de homicídio duplamente qualificado cometido contra o professor e líder indígena Ari Uru-Eu-Wau-Wau, ocorrido em abril de 2020.

Baixar arquivo
Geral

UFRRJ retoma aulas uma semana depois da morte de estudante

A Administração Central da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, em Seropédica, Baixada Fluminense, decidiu que até a próxima sexta-feira as aulas deverão ocorrer presencialmente.

Baixar arquivo