Rio de Janeiro, 459 anos: histórias de quem chegou e se apaixonou

Em meio aos problemas, Cidade Maravilhosa tem muitos encantos

Publicado em 01/03/2024 - 19:28 Por Tatiana Alves - repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro completa hoje 459 anos. A Cidade Maravilhosa, como é conhecida, é sinônimo de aconchego e de pertencimento para muitas pessoas que fazem questão de declarar seu amor.

Em meio aos problemas do dia a dia, o sentimento não é só expressado pelos nascidos no município, mas também por aqueles que vieram de fora e encontraram na cidade um lugar para chamar de lar. Esse é o caso da produtora cultural Denise Argenta, que mora no Rio há dez anos. Ela veio de Galvão, em Santa Catarina, para fazer doutorado. A produtora conta que a ideia inicial não era permanecer por aqui.

“Eu já conhecia o rio de outra passagem anterior, não tinha gostado da cidade... e aí eu fui me apaixonando, me encantando, me sentindo cada vez mais curiosa por essa cidade multifacetada e diferente. Há problemas, é uma cidade que a gente precisa saber como andar nela… eu gosto muito do Rio, sou realmente uma apaixonada pela cidade. Dez anos depois eu continuo caminhando admirada pelas ruas, me divirto imensamente com o bom humor e a irreverência carioca. Ainda me sinto uma recém-chegada. Nessa cidade que se reinventa a cada dia”, se declara.

Outra admiradora do jeitinho carioca é a também produtora cultural Fernanda Mendes. A relação de amor da curitibana com o Rio de Janeiro começou quando ela conheceu o marido, que é carioca, quando ele passeava por Curitiba. Fernanda conta que passou um tempo em Portugal e que se mudou para o Rio quando soube que estava grávida e também para ficar perto do marido, que é servidor público na cidade.

“Nosso filho, Pedro, vai fazer cinco anos dia 16 de março. Ele nasceu aqui e é a cara do Rio. Como fui criada numa cidade muito fria e rígida, que é Curitiba, ter um filho carioca e viver aqui é libertador, é um sonho. A cidade é alegre, o carioca sabe se divertir. É muito prazeroso estar no Rio e conviver com as pessoas daqui. É muito bom”, afirma.

Uma das coisas que a Fernanda mais gosta no Rio são as inúmeras possibilidades de lazer.

“Sempre tem muita coisa acontecendo no Rio. E a gente fica bem atento com tudo que tá acontecendo culturalmente no Rio. Toda semana tem uma exposição, cinema, atividades culturais. Ou mesmo curtir uma praia, fazer uma trilha… é incrível, eu amo demais essa cidade”, finaliza.

O Rio de Janeiro tem inúmeras histórias curiosas, a começar pela do próprio nome. O explorador português Gaspar Lemos, quando chegou aqui, em 1502, achou que a Baía de Guanabara se tratava da foz de um rio, e como era janeiro, ele deu o nome de Rio de Janeiro. Após décadas de luta, os portugueses conseguem expulsar os franceses, que desde o início do século queriam dominar a região, em 1560. A fundação foi oficializada com a chegada de Estácio de Sá, sobrinho do governador Mem de Sá, em 1º de março de 1565.

Edição: Bianca Paiva / Fran de Paula

Últimas notícias
Política

Especialistas alertam para riscos da PEC que criminaliza drogas

A PEC aprovada no Senado ainda precisa ser analisada pela Câmara dos Deputados. Por enquanto, não há previsão para votação.

Baixar arquivo
Política

Senado aprova ampliação da faixa de isenção do imposto de renda

A proposta revisa para R$ 2.824,00 o limite de renda mensal que não precisa pagar Imposto de Renda. Esse valor também corrige as demais faixas, já que existe uma progressividade da tabela.

Baixar arquivo
Justiça

Traje religioso em documentos oficiais é constitucional, diz STF

Os ministros  do STF julgaram um recurso da União contra a decisão da Justiça Federal que autorizou o uso de traje religioso na foto para a Carteira Nacional de Habilitação.

Baixar arquivo
Geral

Comissão de juristas entrega proposta de novo Código Civil a Pacheco

O projeto propõe a alteração de mais de mil artigos do atual código e contempla temas atuais, como o direito digital. Proposta passará por ampla discussão entre os senadores para, só então, ser colocada em votação.

Baixar arquivo
Internacional

Internacional: pelo menos 50 mil soldados russos morreram na Ucrânia

A contagem foi feita pela BBC, em parceria com um grupo de mídia independente e voluntários. Do lado ucraniano, estima-se que são 31 mil mortos.
E mais: a exatos 100 dias da Olimpíada de Paris, entidades denunciam a expulsão de imigrantes da capital francesa.

Baixar arquivo
Esportes

Futebol: CBF sorteia duelos da 3ª fase da Copa do Brasil

Confira também os jogos da 2ª rodada do Brasileirão. Rádio Nacional transmite Flamengo x São Paulo, às 21h30, nesta quarta-feira (17). 

Baixar arquivo