Novo chanceler do Uruguai anuncia saída da Unasul

América do Sul

Publicado em 11/03/2020 - 15:00 Por Marieta Cazarré - Montevidéu

Ernesto Talvi, chanceler do novo governo do Uruguai, anunciou que o país deixará a Unasul, a União de Nações Sulamericanas, e vai regressar ao Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (Tiar). Os anúncios mostram mudança no rumo das relações exteriores do país.

 

De acordo com o governo, a saída do Uruguai da Unasul se deve ao não funcionamento do organismo. Além de estar sem um secretário-geral desde 2017, não possui uma sede e foi abandonado pela maioria dos países. Atualmente, permanecem no órgão apenas Guiana, Suriname e Venezuela.

 

Em abril do ano passado, os governos do Brasil, da Argentina, do Chile, da Colômbia, do Paraguai e do Peru decidiram de forma conjunta se retirar da Unasul em função da prolongada crise no organismo.

 

Com o anúncio de regresso do Uruguai ao Tratado Interamericano de Assistência Recíproca, o processo de saída foi interrompido para que o país volte a fazer parte do organismo.

 

O Ministério das Relações Exteriores do Uruguai afirmou que as mudanças de eixo do novo governo têm como objetivos o compromisso com o multilateralismo, o fortalecimento da OEA e a formação de alianças baseadas em uma institucionalidade forte e "não em afinidades ideológicas".

 

Talvi anunciou ainda que a sua primeira missão oficial como chanceler será a Assembleia Geral da OEA, a Organização dos Estados Americanos, no dia 20 de março, em Washington, nos Estados Unidos.

 

O chanceler disse também que o Uruguai está avaliando convites para fazer parte do Grupo Lima e do Prosul.

 

O Grupo de Lima é composto atualmente, além do Brasil, por Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Guiana, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru, Santa Lúcia e Venezuela. E é o principal fórum regional de discussão sobre a crise venezuelana e de articulação de posições comuns dos países-membros em fóruns internacionais.

 

Já o Prosul é composto por Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Guiana e Peru. O grupo trata de temas de integração em infraestrutura, energia, saúde, defesa, segurança e combate ao crime, e prevenção e manejo de desastres naturais.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Esportes

Presidente da Fifa não vê condição para Mundial de Clubes em 2020

Gianni Infantino diz que a ideia é realizar torneio no início de 2021. Isso porque há competições em curso nos continentes que não terminarão antes de dezembro. Ele destacou que a nova data do Mundial de Clubes será definida com a confederações e os times classificados

 

Baixar arquivo
Segurança

Polícia Civil do Rio desencadeia operação contra organização criminosa

Suspeita é de tráfico de drogas, homicídios e lavagem de dinheiro. Segundo a corporação, o grupo teria conexão com traficantes de Volta Redonda e de São Paulo. Chamada de Operação Aliança, a ação tem apoio do Ministério Público e da Polícia Civil de Minas Gerais

 

Baixar arquivo
Esportes

Instabilidade dos times leva a rodízio na liderança do Brasileiro

Márcio Guedes comenta sobre a vitória de 4 a 3 do Atlético-MG sobre o Atlético-GO, o que colocou o time na liderança do Campeonato Brasileiro nesta 11ª rodada. E destaca o desempenho de Keno, responsável por três dos gols do time

 

Baixar arquivo
Geral

Acesso ao Cristo por trilha no Parque da Tijuca passa a ser limitado

Vários visitantes vinham usando com mais frequência, em função da pandemia e por ser ao livre, a trilha Parque Lage-Corcovado, que dá acesso ao pé do monumento. Mas, a partir de agora, serão autorizadas apenas 25 pessoas por hora nos fins de semana.

 

Baixar arquivo
Geral

Federação Internacional de Judô cancela Grand Slam de Tóquio

Segundo as informações, as autoridades concordaram que, caso o evento levasse a infecções por coronavírus, poderia prejudicar a remarcação das Olimpíadas de Tóquio 2020 no próximo ano.

Baixar arquivo
Economia

Mercado financeiro reduz projeção de queda da economia para 5,05%

A previsão do mercado financeiro para a queda da economia brasileira este ano foi ajustada de 5,11% para 5,05%.

Baixar arquivo