Diante da pandemia, organizações internacionais propõem auxílio contra a fome na América Latina

Para a América Latina

Publicado em 16/06/2020 - 19:03 Por Marieta Cazarré - Montevidéu

A América Latina e o Caribe, fortemente afetados pela pandemia do novo coronavírus, devem ultrapassar os 83 milhões de pessoas na pobreza extrema em 2020. A conclusão é da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, Cepal, e a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, a FAO. Os organismos internacionais propõem, além de uma Renda Básica de Emergência para as pessoas pobres, um Auxílio contra a Fome para todos aqueles que vivem na pobreza extrema.


De acordo com Alícia Bárcena, secretária-executiva da CEPAL, o organismo propões duas ações: a criação de um Auxílio contra a Fome e o aumento de créditos não reembolsáveis para o setor produtivo agropecuário.


Segundo a proposta, o Auxílio contra a Fome deveria ser entregue durante 6 meses. O custo desse benefício seria de 0,45% do PIB regional se fosse direcionado a todos os mais de 83 milhões de pessoas em pobreza extrema.


O segundo pacote proposto pela Cepal se refere ao aumento da oferta de créditos mais flexíveis e de investimentos não reembolsáveis para o setor produtivo agropecuário. De acordo com Alícia Bárcena, essas medidas evitariam falhas em cascata e manteriam a cadeia de pagamentos funcionando.


A ideia seria injetar mais de US$ 5 bilhões em linhas de crédito para pequenos, médios e grandes produtores, através de bancos de desenvolvimento nacionais e internacionais, com garantias, seguros e outros incentivos.


As propostas têm três objetivos: apoiar as pessoas, garantindo o acesso aos alimentos; auxiliar produtores e empresas, para que sigam operando; e amparar as cadeias produtivas, para assegurar um funcionamento de todo o sistema de produção e distribuição de alimentos.

Últimas notícias
Saúde

Mais de 30 países já notificaram casos da Ômicron

Por ter uma maior facilidade de transmissão, a nova cepa do coronavirus tem sido apontada pela África do Sul como determinante no agravamento da quarta onda vivida no país. .

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Motoristas recebem notificação antecipada de multas em novo serviço

As mensagens começaram a ser enviadas esta semana por e-mail, SMS e pelo aplicativo gov.br. Esse serviço, chamado de Notifica gov.br, ainda está em operação-piloto e deverá ser ampliado para outras áreas. 

Baixar arquivo
Saúde

Paciente do RJ testa negativo para variante Ômicron

Paciente de 29 anos, que chegou ao Rio vinda recentemente de uma viagem à África do Sul, estava sob suspeita de infecção pela Ômicron, nova variante do coronavírus.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Prêmio de Acessibilidade reconhece iniciativas de inclusão de PCDs

Programa de instituto da Baixada Fluminense que oferece livros com linguagem inclusiva, como em Libras, e ação da prefeitura de João Pessoa que proporciona banho de mar acessível, passeio de caiaque e vôlei sentado foram algumas iniciativas premiadas.

Baixar arquivo
Economia

Produção industrial brasileira recua 0,6% em outubro, diz IBGE

 Esta é a quinta queda consecutiva do indicador, que acumula perda de 3,7%. Os dados estão na Pesquisa Industrial Mensal, divulgada nesta sexta-feira (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Baixar arquivo
Esportes

Em 2000, Gustavo Kuerten chegava ao topo do ranking mundial de tênis

Neste dia, há 21 anos, Gustavo Kuerten vencia a final do Masters de Lisboa, em Portugal, contra um dos favoritos, o norte-americano Andre Agassi. A vitória fez de Guga o primeiro sul-americano a terminar uma temporada como o número 1 do mundo.

Baixar arquivo