Atendimento médico na Faixa de Gaza corre risco de parar, diz ONU

Publicado em 27/10/2023 - 16:58 Por Gabriel Brum - Repórter Rádio Nacional - Brasília

O atendimento médico na Faixa de Gaza corre risco de parar após o início dos bombardeios israelenses. O alerta é da ONU e de entidades na região.

Uma delas é a Médicos sem Fronteiras. A vice-diretora Executiva da instituição no Brasil, Alessandra Vilas Boas, diz que a Faixa de Gaza vive uma catástrofe humanitária e os poucos hospitais que funcionam estão superlotados.

Alessandra reforça o alerta para a falta de combustível, que pode fazer com o que os hospitais fechem de vez.

A executiva do Médicos sem Fronteiras contou que, no dia 13 de outubro, quando Israel deu o ultimato para que as pessoas deixassem o norte de Gaza, parte dos profissionais fugiu para o sul.

O Ministério da Saúde de Gaza diz que mais de cem profissionais morreram nos bombardeios, e 12 hospitais e 32 unidades básicas pararam de funcionar. 

Edição: Sâmia Mendes / Alessandra Esteves

Últimas notícias
Geral

História Hoje: Jornalista perdeu Prêmio Pulitzer por reportagem falsa

Fake news parecem mais comuns agora mas não é de hoje que notícias falsas circulam nos meios de comunicação.

Baixar arquivo
Educação

Enem 2024: Começa prazo para pedir isenção da taxa de inscrição

Período para pedir a isenção da taxa de inscrição encerra no dia 26 de abril

Baixar arquivo
Economia

Show de Madonna deve injetar quase R$ 300 milhões na economia do Rio

 Segundo estimativas da Prefeitura, o valor é 30 vezes maior do que os R$ 10 milhões investidos em patrocínio pelo poder público municipal.

Baixar arquivo
Segurança

Treino antiterrorismo no Cristo Redentor para o G20

O Cristo Redentor, no alto do morro do Corcovado e um dos principais cartões postais da cidade do Rio de Janeiro, amanheceu nesta segunda-feira com cerca de 40 agentes da Core, a Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil do estado.

Baixar arquivo
Internacional

Julgamento criminal contra Donald Trump começa nesta segunda

A primeira fase do processo envolve escolha dos jurados e Trump responderá a 34 acusações, cada um com uma sentença máxima de 4 anos de prisão.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Situação eleitoral deve ser regularizada até 8 de maio

Eleitores de todo o país têm até o dia 8 de maio para regularizar a situação eleitoral, solicitar a transferência de domicílio e atualizar dados cadastrais como a biometria.

Baixar arquivo