Fortuna dos 5 homens mais ricos do mundo dobrou entre 2020 e 2023

No Brasil, rendimento dos brancos é 70% superior ao das pessoas negras

Publicado em 15/01/2024 - 20:59 Por Gésio Passos - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Os 5 homens mais ricos do mundo dobraram suas fortunas entre 2020 e 2023, em plena pandemia da Covid 19, diz relatório da ONG Oxfam. Enquanto isso, 5 bilhões de pessoas ficaram mais pobres em todo mundo.

O estudo que discute as desigualdades e o poder global de empresas foi lançado nesta segunda-feira (15), durante o Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suiça, que reúne governos, grandes bancos e empresas.

Jefferson Nascimento, coordenador de Justiça Social e Econômica da Oxfam Brasil, diz que a riqueza extrema acelerou nos últimos 3 anos, enquanto a pobreza global não permaneceu nos mesmos níveis de antes da pandemia.

A Oxfam também indica que 7 das 10 maiores empresas do mundo têm um bilionário em seu comando.

Enquanto isso, as pessoas estão trabalhando mais e por salários mais baixos, empregos precários e inseguros. Os salários de 800 milhões de trabalhadores não vêm acompanhando a inflação e perderam mais de 1 trilhão e meio de dólares em 2 anos, como explica Jefferson Nascimento.

Além disso, 4 dos 5 brasileiros mais ricos tiveram a fortuna aumentada em 51% neste período. Ao mesmo tempo 129 milhões de brasileiros ficaram mais pobres.

No Brasil o rendimento de pessoas brancas é 70% superior à renda das pessoas negras. E apenas 1% dos mais ricos do país tem 60% de todos ativos financeiros nacionais.

Jefferson Nascimento cita o caso das Lojas Americanas como a síntese dessa desigualdade no país.

Para a Oxfam é necessário interromper esse ciclo de acúmulo de riqueza, com grandes investimentos em serviços públicos, assegurando saúde e educação universais e explorando setores chaves de energia e transporte.

O relatório do ONG também indica a necessidade de regulação de empresas, a quebra de monopólios e a democratização das patentes. Além de garantias para salários dignos, limitação de salários dos executivos e a criação de impostos para super-ricos e empresas.

Edição: Roberto Piza / Pedro Lacerda

Últimas notícias
Geral

Como proteger crianças e adolescentes na internet

Denúncias sobre abuso sexual de crianças na internet bateram recorde em 2023. Especialistas defendem maior vigilância das redes sociais e o diálogo entre pais e filhos como algumas das medidas para enfrentar crimes virtuais. 

 

Baixar arquivo
Geral

Entenda a tragédia climática ocorrida no Rio Grande do Sul

As fortes chuvas que castigam o Rio Grande do Sul desde o fim de abril causaram estragos que ainda não foram calculados.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

MPF vai acompanhar medidas para proteger povos indígenas ameaçados

As medidas foram determinadas pela Corte Interamericana de Direitos Humanos, que apontou, em julho do ano passado, "extrema gravidade" enfrentada pelos povos Yanomami, Ye'Kwana e Munduruku, que somam quase 50 mil pessoas em Roraima, Amazonas e Pará, e são afetados pelas invasões e atividades ilegais de mineração. 

Baixar arquivo
Internacional

Homem morre após tentar incendiar sinagoga na França

O crime ocorreu na cidade de Rouen, no noroeste da França, a 140 km de Paris.

Baixar arquivo
Geral

Ministra Marina Silva fala sobre o futuro do Meio Ambiente

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, destacou nesta sexta-feira a importância de ações preventivas em áreas de risco, especialmente diante de grandes catástrofes como a recente no Rio Grande do Sul.

Baixar arquivo
Geral

Vice-governador apresenta proposta de “cidades temporárias"

O vice-governador do Rio Grande do Sul, Gabriel Souza, apresentou nesta sexta-feira uma proposta de criação de "cidades temporárias" nos municípios da Região Metropolitana.

Baixar arquivo