Brumadinho: MAB questiona auxílio pago pela Vale

Publicado em 22/01/2021 - 20:12 Por Gésio Passos - Brasília

Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (22), o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) afirmou que nem todos os atingidos na tragédia de Brumadinho estão recebendo as indenizações, além de estarem sofrendo dificuldades para ter acesso a água potável. Um dos coordenadores do movimento, Joceli Andrioli, afirma que a situação da população é bastante crítica. 
Nessa quinta-feira, mais uma audiência de negociação entre Vale, Governo de Minas, Defensoria Pública e Ministério Público acabou sem acordo. O governo mineiro rejeitou os valores que a Vale apresentou para compensar os atingidos.
O Governo de Minas afirmou que os valores apresentados pela mineradora foram insuficientes para recompor os danos causados à população e ao estado.
O Ministério Público de Minas Gerais também afirmou que a Vale tem que entender o mal que causou às pessoas e ao estado, e que ainda tem a oportunidade para reparar tudo isso.
Em 2020, o governo do estado e as instituições de justiça apresentaram um pedido de reparação de R$ 54 bilhões, sendo R$ 28 bilhões para danos morais coletivos e sociais, e o demais de compensação ao estado.
Joceli Andrioli afirma que os atingidos não estão sendo ouvidos nessa proposta de acordo entre a Vale e o poder público.
Em nota, a Vale informou que o desacordo está em relação aos valores a serem pagos, mas que cumprirá integralmente sua obrigação de reparar e indenizar as pessoas. A mineradora diz que já pagou mais de R$ 2 bilhões em indenizações, e que paga o auxílio emergencial mensal para mais de cem mil dos atingidos, ultrapassando R$ 1,7 bilhão.
A Vale ainda afirma que não tem medido esforços para garantir que as pessoas impactadas tenham água sempre à disposição e em quantidade suficiente para viabilizar a continuidade das atividades de produtores rurais atingidos.
A Vale e o estado de Minas tem até dia 29 de janeiro para chegar a um acordo. Caso contrário, o processo volta a tramitar na primeira instância do Tribunal de Justiça.
Para relembrar a tragédia, várias manifestações de movimentos sociais estão previstas para ocorrer neste final de semana em Brumadinho, Belo Horizonte e outras cidades da bacia do Rio Paraopeba.

Últimas notícias
Educação

Começa prazo para pedido de reaplicação do Enem

Estudantes prejudicados por operação policial realizada no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, podem remarcar a prova. Prazo termina na sexta-feira, 3 de dezembro.

Baixar arquivo
Economia

Tradicional festa de fim de ano em Copacabana está mantida

Nesta segunda-feira, equipes da prefeitura se reuniram com o Comitê Científico de Enfrentamento à Covid-19 para analisar a situação epidemiológica da capital e debater os critérios sanitários adotados para liberar as festas de fim de ano, como o Réveillon.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

MPF realiza audiência para ouvir pescadores afetados por hidrelétrica

A ideia é apurar os impactos da construção da hidrelétrica de Belo Monte na atividade pesqueira no rio Xingu e verificar se as reparações aos atingidos estão acontecendo

Baixar arquivo
Justiça

Defesa de doutor Jairinho tenta reverter cassação do parlamentar

Jairinho e a namorada, mãe de Henry Borel, estão presos desde abril acusados de matar o menino de quatro anos em março deste ano.

Baixar arquivo
Geral

Chimpanzé Enos foi enviado ao espaço em 29 de novembro de 1961

Com cinco anos e meio, Enos embarcou na Mercury-Atlas 5 e se tornou o primeiro e único da espécie a fazer uma viagem na órbita terrestre. A missão funcionou como um teste antes do voo tripulado que levaria o primeiro astronauta norte-americano ao espaço.

Baixar arquivo
Economia

Inadimplência sobe em novembro e atinge o maior patamar do ano

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) de novembro mostra que mais de 26% das famílias relatam ter dívidas ou contas em atraso. Em outubro, percentual de endividados estava em 25,6%.

Baixar arquivo