Advogados não devem ser intermediários entre investigados, diz Moraes

Publicado em 16/02/2024 - 19:47 Por Gabriel Brum - repórter da Rádio Nacional - Brasília
Atualizado em 17/02/2024 - 07:35

A Polícia Federal levantou “provas robustas” na operação que investiga um grupo que teria tentado dar um golpe de estado no Brasil. A avaliação é do ministro Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, que é o relator do processo em que foi autorizada a operação Tempus Veritatis.

O ministro diz que o trabalho policial mostrou o funcionamento de um grupo criminoso que atuava para uma ruptura institucional. E não conseguiu por circunstâncias alheias às vontades deles.

Essa de afirmação está numa resposta enviada à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que questionava um trecho da decisão sobre a proibição de contato entre os investigados, inclusive por meio de advogados. A entidade dizia que a medida poderia ir contra prerrogativas dos profissionais, porque poderia interferir no contato entre defensores e clientes.

Moraes respondeu que a proibição de contato entre os investigados serve para evitar o alinhamento de narrativas, que poderia atrapalhar as investigações. No entanto, a decisão não impede a comunicação entre os advogados e seus clientes, apenas que os profissionais atuem como intermediários.

O presidente da OAB, Beto Simonetti, diz que a decisão afasta qualquer interpretação diferente.

A operação Tempus Veritatis, que significa A Hora da Verdade, tem entre os alvos, assessores, ministros do governo anterior e o próprio ex-presidente Jair Bolsonaro.

Edição: Jacson Segundo/Pollyane Marques

Últimas notícias
Saúde

Anvisa decide pela proibição da venda de cigarros eletrônicos

De acordo com a Anvisa, estudos científicos mostram que os cigarros eletrônicos podem conter nicotina e liberam substâncias cancerígenas e tóxicas. Além disso, os dispositivos não são mais seguros que os cigarros convencionais.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro será sede do Museu da Democracia

O Museu vai funcionar no prédio do atual Centro Cultural do Tribunal Superior Eleitoral, no centro da cidade. A concepção será feita pela Fundação Getúlio Vargas.

Baixar arquivo
Internacional

Entenda os riscos no conflito entre Israel e Irã

Ministério das Relações Exteriores do Brasil acompanha, com grave preocupação, episódios da escalada de tensões entre o Irã e Israel. 

Baixar arquivo
Geral

Greve: governo apresenta proposta de aumento salarial

Governo propõe aumento de 9% em janeiro de 2025 e mais 3,5% em maio de 2026. Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica diz que a proposta está aquém do pedido pelos servidores e que a orientação é seguir a greve.

Baixar arquivo
Cultura

Brô Mc's, primeiro grupo de rap indígena, resgata cultura ancestral

O primeiro grupo de rap indígena a criar letras e cantar músicas na pegada do hip hop nasceu há 15 anos, em Dourados, no Mato Grosso do Sul.

Baixar arquivo
Cultura

RJ: exposição marca a Década Internacional das Línguas Indígenas

Uma imersão na língua dos povos indígenas, com sua história, memória e realidade atual. Essa é a temática da exposição “Nhe’ẽ Porã: memória e transformação”, no Museu de Arte do Rio. 

Baixar arquivo