Ministério do Meio Ambiente muda estrutura e ganha Secretaria da Amazônia e Serviços Ambientais

Nova estrutura

Publicado em 12/08/2020 - 20:24 Por Deográcia Pinto - Brasília

Foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (12) o decreto com a nova estrutura do Ministério do Meio Ambiente (MMA). O número de secretarias permanece o mesmo, mas traz alterações para maior transparência, agilidade e eficiência na gestão ambiental, de acordo com a pasta. As mudanças entram em vigor em 21 de setembro.

 

O ministério destaca que, com as mudanças, ganham maior relevância temas importantes para o meio ambiente como a criação da Secretaria da Amazônia e Serviços Ambientais, a criação de uma secretaria para tratar de áreas protegidas e uma outra para tratar do clima. Também foi criado um departamento específico para coordenar a política de educação ambiental e uma coordenação de Proteção e Defesa Animal.

 

Com a competência de coordenar as políticas de prevenção e controle do desmatamento ilegal, dos incêndios florestais, das queimadas, de recuperação, de uso sustentável e de redução da degradação da vegetação nativa em todo o bioma brasileiro, a Secretaria da Amazônia e Serviços Ambientais tem a missão de fomentar o mercado de pagamentos por serviços ambientais. Além disso, vai poder contar com investimentos privados nacionais e estrangeiros para estimular economicamente aqueles que protegem a vegetação nativa.

 

Com foco no desenvolvimento sustentável, as áreas protegidas deixam de ser um departamento e ganham status de secretaria. A antiga Secretaria de Ecoturismo passa a ser denominada Secretaria de Áreas Protegidas. Entre as atribuições estão a implementação de políticas públicas de áreas protegidas, as concessões de unidades de conservação federais e o turismo sustentável.

 

A Secretaria de Biodiversidade vem com duas novidades. A criação da Coordenação-Geral Nacional de Proteção e Defesa Animal, ligada ao Departamento de Espécies, visa proteger e defender animais que estão em situação de risco, especialmente animais como cães e gatos que vivem em situação precária e abandono; e a criação do Departamento de Educação e Cidadania Ambiental, que vai coordenar, acompanhar e avaliar a implementação da Política Nacional de Educação Ambiental.

 

*Com informações do Ministério do Meio Ambiente e da Agência Brasil

Últimas notícias
Geral

Cantareira (SP) vai a 40% do nível de água e entra em estado de alerta

Sabesp informou que ainda não há risco de desabastecimento. Sistema é composto por seis mananciais que, juntos, estão operando com 54% da capacidade.

Baixar arquivo
Geral

Chuvas: 40 mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas em Alagoas

As fortes chuvas que caíram em Alagoas a partir da madrugada deste sábado (02) deixaram 40 mil pessoas entre desalojadas e desabrigadas.

Baixar arquivo
Economia

Mercado de aviação cresce no Brasil, mas segue abaixo da pré-pandemia

Ao todo, 6 milhões e 400 mil passageiros voaram no mercado doméstico brasileiro em maio deste ano. O número representa 10% menos que o mês de maio de 2019, ou seja, antes da pandemia. 

Baixar arquivo
Internacional

Portugal vai criar novo visto de trabalho a brasileiros no país

Em visita ao Rio de Janeiro, neste sábado (02), o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Souza, citou a proposta que cria um novo visto de trabalho para brasileiros.

Baixar arquivo
Geral

Cristo Redentor ganha iluminação especial na cor laranja

O tom escolhido para irradiar o icônico ponto turístico faz uma alusão ao Dia Municipal de Redução do Risco de Desastres.

Baixar arquivo
Economia

Doação de pessoa para campanha via PIX só pode ser feita pelo CPF

A decisão por unanimidade foi do plenário do Tribunal Superior Eleitoral na sessão desta sexta-feira.

Baixar arquivo