Peixes-boi serão soltos na Reserva Piagaçu-Purus no Amazonas

Publicado em 21/07/2021 - 14:30 Por *Maíra Heinen - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Até esta sexta-feira, 13 peixes-boi serão soltos na natureza, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Piagaçu-Purus, a pouco mais de 200 quilômetros de Manaus, no Amazonas. Cinco deles vão receber cintos transmissores para que pesquisadores possam monitorar a adaptação.

A soltura desses animais não estava acontecendo por causa da pandemia. Normalmente, é feita de tempos em tempos pela AMPA - Associação Amigos do Peixe-Boi. A previsão para 2020 era de reintroduzir 10 indivíduos, mas as unidades de conservação precisaram ficar fechadas.

Agora, com as condições ideais, os animais podem voltar a natureza depois de passar por uma reabilitação, pois muitas vezes são resgatados depois de terem sido alvo de caça ilegal ou captura acidental em rede de pesca.

A Ampa também tem recebido muitos filhotes, que são levados por pescadores e ribeirinhos ao perceberem que os animais estariam abandonados. Mas a Associação percebeu que na verdade, a mãe pode estar caçando. Agora a entidade vem trabalhando na conscientização para evitar a separação de mães e filhotes. Quem . "O procedimento correto seria deixar o filhote onde ele foi achado para que possa ser entrado pela mãe," explica o veterinário da AMPA, Anselmo D’Affonseca.

No Programa de Reintrodução de Peixes-bois da Amazônia, da Ampa, os animais aptos e selecionados no cativeiro são mantidos por um ano na área de semicativeiro, etapa prévia à reintrodução definitiva na natureza. Eles são periodicamente medidos e pesados para acompanhar o crescimento e a engorda, assim como as condições físicas e de saúde geral. A Associação conta com o apoio do Inpa, o Instituto Nacional de Pequisas da Amazônia.

O programa já devolveu 31 animais à natureza e mais de 60 estão em processo de reintrodução.

*Com produção de Michele Moreira

Edição: Ana Lúcia Caldas / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Covid: DF começa a vacinar pessoas a partir dos 30 anos nesta terça

DF já registrou 57 casos da variante Delta. Mesmo assim, portaria do governo aumentou de 25% para 30% quantidade de público em eventos esportivos. 

Baixar arquivo
Política

No Alvorada, Jair Bolsonaro recebe o presidente de Portugal

O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu, nesta segunda-feira, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. Eles reafirmaram parcerias econômicas e comerciais e reiteraram o compromisso mútuo de promover a recuperação das duas nações no contexto pós-pandemia.

Baixar arquivo
Educação

Programa Água nas Escolas pode construir 2 mil cisternas no Nordeste

Segundo o Ministério da Cidadania, o investimento inicial de R$ 60 milhões vai beneficiar mais de 100 mil alunos em mais de 350 municípios. 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Programa Criança Protegida é lançado no Paraná

A iniciativa oferece aos estados formação e capacitação de profissionais do Sistema de Garantia de Direitos, para melhorar o atendimento e a assistência aos menores de idade que tiverem os direitos violados.

Baixar arquivo
Segurança

Caso Marielle Franco: MP do Rio pede aumento de pena para Ronnie Lessa

Segundo a denúncia do Ministério Público, Lessa e outros quatro denunciados atuaram para impedir e embaraçar a investigação sobre os homicídios ocorridos em março de 2018.

Baixar arquivo
Política

Rede Nacional: Ministro Fábio Faria detalha privatização dos Correios

O ministro Fábio Faria destacou que o primeiro ponto do projeto de privatização dos Correios trata da universalização dos serviços postais, e deu detalhes sobre os estudos que orientaram o texto que será votado no Congresso.

Baixar arquivo