Rios do Amazonas seguem com níveis baixíssimos por causa da seca

Publicado em 24/10/2023 - 14:01 Por Madson Euler - Repórter da Rádio Nacional - São Luís

Em meio ao agravamento da seca no estado do Amazonas, alguns rios importantes que cortam o estado continuam com baixa nos volumes. Após registrar, na semana passada, a pior cota em 121 anos, o nível de águas do Rio Negro continua caindo, chegando 12,89m nessa segunda-feira no Porto de Manaus.  

A diminuição do nível do rio está colocando em risco a qualidade da água potável em várias cidades; e dificultando a navegabilidade em vários trechos. Além de causar ainda a mortandade de peixes e comprometer a pesca para subsistência.  

Desde o fim de abril, o nível do rio tem sofrido uma diminuição progressiva e segundo o Serviço Meteorológico do Brasil, na capital amazonense, o Rio Negro só deve começar a subir na segunda quinzena de novembro. 

Para tentar diminuir os impactos econômicos, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) começou nessa segunda-feira dragagem no trecho do Rio Amazonas conhecido como Costa do Tabocal, próximo ao município de Itacoatiara, que fica a cerca de 270 km de Manaus.   

A informação foi confirmada via redes sociais pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia do Amazonas, Serafim Corrêa.  

A ideia é aumentar o nível de profundidade do rio, permitindo que navios cargueiros com os insumos para abastecer as indústrias da Zona Franca de Manaus cheguem até seu destino. Também será feita uma dragagem no Rio Solimões.  

Elas fazem parte de um pacote de ações anunciado pelo Governo Federal para o enfrentamento aos impactos da estiagem no Estado.  

Atualmente, 59 dos 62 municípios amazonenses estão em situação de emergência, com mais de 630 mil pessoas impactadas por esta, que já é considerada a maior seca da história do estado.  

Edição: Sâmia Mendes/Edgard Matsuki

Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Novas infovias vão beneficiar ensino e pesquisa no interior do país

Infovias são as linhas digitais por onde trafegam os dados das redes eletrônicas. A construção de 18 linhas vai permitir conexão com mais qualidade no interior do país, beneficiando o ensino nessas regiões.  

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Bahia lança roteiro turístico para observação de aves

O roteiro de observação de aves é um exemplo de economia sustentável que também promove consciência ambiental aos visitantes. 

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Estudo encontra oito pesticidas nos rios da Bacia Araguaia

Embora os pesticidas estejam em baixa concentração, chama atenção o fato que essa contaminação ambiental já atinge todas as sub-bacias da região. A bacia banha os estados de Tocantins, Goiás, Mato Grosso e Pará.

Baixar arquivo
Geral

Hospital Rio Grande transfere pacientes para outras cidades

Devido à alta do nível da Lagoa dos Patos, a preocupação nos próximos dias é com o atendimento médico nas cidades de Rio Grande e de Pelotas.

Baixar arquivo
Geral

IBGE treinará gestores do RS para usar dados em diagnóstico das chuvas

O objetivo é combinar ferramentas de tecnologia com a gigantesca base de dados e de informações técnicas, estatísticas e geocientíficas produzidas pelo instituto, e que podem dar suporte no planejamento de ações necessárias para recuperação dos municípios do Rio Grande do Sul.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Astrominas incentiva meninas a aprenderem ciências exatas

Estão abertas as inscrições para o projeto de extensão da USP, que estimula meninas a aprenderem astronomia, ciências atmosféricas, geociências, físicas, dentre outras áreas da ciência. 

Baixar arquivo