História Hoje: Primeiro computador brasileiro foi criado na USP há 46 anos

História Hoje

Publicado em 24/07/2018 - 07:00 Por Apresentação Carmen Lúcia - Brasília

Em 24 de julho de 1972,  o primeiro computador projetado e construído no Brasil é colocado em funcionamento na Escola Politécnica da USP. Pequeno e com apenas oito bits logo foi apelidado pelos projetistas de o Patinho Feio.

 

Para que se possa fazer uma comparação, hoje em dia, qualquer computador pessoal têm uma capacidade média que varia de sessenta e quatro a cento e vinte e oito bits.

 

O grupo da Escola Politécnica da USP responsável pelo projeto Patinho Feio investiu três anos em estudos e pesquisas. E o resultado do projeto levou a um desfecho desejado pelos profissionais da área; a assinatura de um contrato de milhões de dólares entre a Escola Politécnica e a Marinha.

 

O governo queria um computador feito em solo nacional que pudesse substituir os que equipavam fragatas compradas da Inglaterra.

 

Antonio Helio Guerra Vieira, um dos participantes do projeto, revelou que o computador tinha menos capacidade de memória do que uma simples máquina de calcular da atualidade.  Ganhou o apelido Patinho Feio em alusão ao Navio Veleiro Cisne Branco – uma embarcação, da Marinha do Brasil, que exerce funções diplomáticas e de relações-públicas.

 

O contrato milionário chegou a envolver cerca de sessenta engenheiros de diversas áreas. E resultou no Patinho Feio – o primeiro computador, documentado e com estrutura de computação clássica, desenvolvido no Brasil.

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados a cada dia do ano. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Amapá decreta calamidade pública após salinização do rio Amazonas

Com o decreto, o governo local mobiliza todos os órgãos estaduais para atuarem sob o comando da Defesa Civil na região do Distrito do Bailique. O prazo do estado de calamidade pública é de 180 dias. Estima-se que cerca de 14 mil pessoas de 65 comunidades do arquipélago sejam afetadas pela salinização das águas e erosão das margens do Rio Amazonas.

Baixar arquivo
Segurança

TJRJ inaugura primeiro centro de atenção e apoio às vítimas de crimes

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro inaugurou nesta sexta-feira o primeiro Centro Especializado de Atenção e Apoio às Vítimas de Crimes e Atos Infracionais do país.

Saúde

Prevent Senior assina acordo de conduta com Ministério Público de SP

O Plano de Saúde deverá suspender o uso de medicamentos ineficazes do chamado kit covid, vai ter que publicar em jornais e portais da internet que nunca fez qualquer pesquisa científica para comprovar a eficácia desses medicamentos e está proibido de alterar o código de diagnóstico de covid de pacientes que morreram em decorrência de problemas provocados pela doença.

Baixar arquivo
Economia

Preço da carne no atacado cai, mas valor no varejo ainda continua alto

É que apesar das vendas estarem suspensas para a China, os produtores brasileiros tem guardado as carnes armazenadas em frigoríficos a espera de uma solução para o impasse. Ou seja, não aumentou a oferta do produto no mercado interno.

Baixar arquivo
Economia

Ministros das Comunicações dos Brics querem economia digital inclusiva

Os ministros das Comunicações dos cinco países do Brics assinaram uma declaração conjunta de cooperação internacional para estruturar uma economia digital inclusiva.

Baixar arquivo
Geral

Tanqueiros encerram greve em MG, SP e RJ

A paralisação dos tanqueiros, transportadores de combustíveis e derivados de petróleo, iniciada nessa quinta-feira (21) e encerrada hoje, afetou a distribuição de combustíveis em três estados: Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Baixar arquivo