Festival de hackers reúne especialistas no Rio

Racking.Rio

Publicado em 18/10/2019 - 18:15 Por Tamara Freire - Rio de Janeiro

Cerca de 1.500 especialistas em inovação, tecnologia e empreendedorismo estão reunidos no Rio de Janeiro para a segunda edição do festival de cultura digital Hacking.Rio. Eles vão se dividir em grupos para competir na maior maratona de desenvolvedores da América Latina. No desafio, deverão debater como desenvolver novas tecnologias que solucionem problemas reais, relacionados aos 17 desafios dos objetivos de desenvolvimento sustentável propostos pela ONU, a Organização das Nações Unidas. A realizadora do evento, Lindália Junqueira, espera que o Rio de Janeiro receba uma atenção especial nesses projetos. 

 

"Nosso grande sonho é transformar o Rio de Janeiro no maior polo de programadores do Brasil... essa geração hiper conectada que, de fato, tem a energia e tem a força para resolver os problemas da nossa sociedade", afirma Lindália. 

 

Os participantes dos hackatons foram selecionados previamente por um comitê e alocados em 15 grupos temáticos que vão debater questões relacionadas a áreas como educação, cultura, geração de energia e mobilidade. Os times vencedores de cada hackathon ganharão R$ 1,5 mil e o grupo que apresentar o projeto mais bem avaliado por uma banca de especialistas, receberá a premiação de R$ 15 mil. Os participantes, que vêm de todas as partes do país, contarão com o suporte de mentores técnicos e especialistas do segmento. 

Últimas notícias
Eleições 2020

Barco com corpos à deriva é encontrado no litoral do Pará

O inquérito está sob a responsabilidade da Polícia Federal no Pará que enviou equipes para a região.  

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério da Saúde inicia Mês de Vacinação dos Povos Indígenas

O Ministério da Saúde inicia neste sábado, 13, o mês de vacinação dos povos indígenas. A proposta é intensificar a imunização em territórios indígenas, ampliando a cobertura vacinal, sobretudo em áreas de difícil acesso.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério dos Esportes condena atos de racismo a alunos do DF

O Ministério dos Esportes condenou, neste sábado, os ataques racistas sofridos por estudantes no Distrito Federal. Alunos foram chamados de “macaco”, “filho de empregada” e “pobrinho” durante uma partida de futebol de salão entre colégios de Brasília. O caso aconteceu em três de abril e veio à tona, nesta semana.

Baixar arquivo
Internacional

Lula visitará Colômbia para fortalecer laços comerciais

A Colômbia é o terceiro maior parceiro comercial do Brasil, atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Governo garante amparo a gestantes em cargos públicos provisórios

Mulheres que trabalham na administração pública em cargo em comissão ou são contratadas por tempo determinado têm garantido o direito à licença-maternidade e à estabilidade provisória.

Baixar arquivo
Geral

Inmet alerta para risco de chuvas intensas pelo Brasil

A previsão é de acumulados de chuva variando entre 30 e 60 milímetros por hora ou entre 50 e 100 milímetros por dia,

Baixar arquivo