Fiocruz recruta voluntários para testar vacina BCG contra covid-19

Público-alvo são profissionais de saúde; testes começam na segunda, 16

Publicado em 11/11/2020 - 12:44 Por Tâmara Freire - Rio de Janeiro

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) está recrutando voluntários no Rio de Janeiro para a pesquisa que investiga a eficácia da vacina BCG contra o novo coronavírus.

Os testes começam na próxima segunda-feira (16) e serão feitos em profissionais de saúde, por causa do maior risco que eles têm de exposição a patógenos, ou seja, bactérias, fungos, protozoários e vírus.

A BCG, utilizada para prevenir as formas graves de tuberculose na infância, também é reconhecida por gerar uma resposta imunológica ampla contra outras infecções.

De acordo com a responsável pelos testes no Rio de Janeiro, a pneumologista e pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz, Margareth Dalcolmo, diversos estudos em outros países já consideram que a BCG pode pelo menos evitar quadros graves de covid-19.

Sonora: “Porque mostraram que diversas pessoas vacinadas com a BCG tinha uma menor mortalidade. Então, isso explica o que nós chamaríamos de imunidade treinada. Ela treinaria o organismo para responder de uma maneira inteligente, digamos assim, a outras viroses. Enquanto outras vacinas geram uma resposta imune de memória, que é aquela na qual nós reconhecemos o mesmo antígeno, o vírus, quando ele nos ataca uma segunda vez.

Então, a hipótese é que a BCG possa realmente proteger contra a covi-19, ou evitando casos, ou atenuando a gravidade dos casos que eventualmente houver.”

Na Grécia, um estudo de revacinação com BCG em idosos demonstrou uma redução de 79% nas infecções respiratórias após um ano de acompanhamento.

E, na África do Sul, estudos mostraram que a vacina reduziu em cerca de 73% esses casos.

A investigação realizada aqui, pela Fiocruz, compõe o Brace Trial, ensaio clínico liderado por um centro de pesquisa australiano, que vai vacinar 10 mil voluntários naquele país, no Reino Unido, Espanha, Holanda e Brasil.

Além das mil pessoas que serão acompanhadas no Rio de Janeiro, a Fiocruz vai testar a vacina em outros 2 mil profissionais de saúde em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Todos passarão por entrevista, serão testados para covid-19 e serão monitorados pela equipe de pesquisa por até um ano.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Câmara aprova projeto de lei que suspende despejo até o fim do ano

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (18) um projeto de lei (PL) que proíbe o despejo ou a desocupação de imóveis até o fim deste ano. O projeto segue para o Senado.

Baixar arquivo
Geral

Governo lança programa para facilitar transporte de cargas

presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que cria o programa e mais um decreto e duas medidas provisórias com as ações que fazem parte do Gigantes do Asfalto.

Baixar arquivo
Saúde

Motoristas e cobradores são vacinados contra covid em várias cidades

Motoristas e cobradores são uma das categorias mais afetadas pela pandemia do coronavírus. Um estudo do Dieese mostra que o desligamento de trabalhadores do setor de transportes em função de morte cresceu mais de 95% entre o primeiro trimestre de 2020 e o primeiro trimestre de 2021.

Baixar arquivo
Cultura

Perto dos 90 anos, Zuenir Ventura estreia série Depoimentos Cariocas

Vídeos sobre a memória da cidade do Rio de Janeiro, por meio do olhar de quem já contou tantas histórias sobre ela, são o tema da série “Depoimentos Cariocas”.

Baixar arquivo
Saúde

SP: motoristas e cobradores de ônibus começam a ser vacinados

Motoristas e cobradores de ônibus municipais e intermunicipais do estado de São Paulo começaram a ser vacinados nesta terça-feira. Vão receber a vacina as pessoas com mais de 47 anos, e a previsão é imunizar 165 mil trabalhadores.

Baixar arquivo
Saúde

Câmara discute autorização do cultivo da maconha para uso medicinal

Agressão e bate-boca marcaram a discussão na Câmara dos Deputados sobre o projeto de lei que autoriza o cultivo da maconha para fins medicinais e a votação da medida foi adiada.

Baixar arquivo