Pesquisadores da UNB estudam proteína capaz de proteger os pulmões

Ela já foi estudada no combate ao HIV; intenção é aplicar à covid-19

Publicado em 11/01/2021 - 09:14 Por Beatriz Evaristo - Brasília

Várias substâncias já foram testadas no tratamento da Covid-19. Um estudo da Universidade de Brasília aponta uma proteína conhecida pelos especialistas que pode ser promissora contra os sintomas e evitar complicações clínicas da infecção pelo novo coronavírus.

O doutor em virologia molecular e docente do Departamento de Farmácia da UnB, Enrique Argañaraz, explica como a proteína alfa-1-antitripsina age no corpo humano.

“Ela tem vários efeitos. Primeiro, evita que o vírus infecte à célula. É como a vacina. A vacina também monta um sistema imunológico e evita que o vírus infecte a célula. Esse seria o primeiro efeito dessa droga. O outro que também é muito interessante é que ela tem o efeito de inibir a inflamação e a coagulação, que são os principais sintomas clínicos da pessoas que pioram. Então, a pessoa que piora tem uma inflamação aguda e tem uma coagulação intravascular disseminada; e leva a pessoa a óbito.”

A alfa-1 antitripsina é produzida no fígado e tem como função proteger os pulmões de inflamações e também de infecção viral, como o HIV, por exemplo. 

O pesquisador integra um grupo que já havia trabalhado com essa proteína em pesquisas relacionadas ao HIV e agora pretendem verificar a eficácia dela contra o SARS-Cov-2.

“Então, a pergunta agora é saber se o mesmo pedaço que inibe a infecção pelo HIV também poderia inibir a infecção pelo SARS. Por que isso? Porque seria mais fácil em termos de produção, custos. A antitripsina é uma droga que se vem usando há trinta anos e não tem nenhum efeito colateral e, na dosagem necessária, também não tem nenhum efeito colateral.”

Por enquanto, o estudo foi realizado a partir de uma revisão científica. Os pesquisadores analisaram os resultados de pesquisa da UnB e publicações de artigos científicos sobre o novo coronavírus. Para avançar para a segunda etapa, em laboratório, os pesquisadores precisam de investimentos.

 

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Cultura

No centenário de morte de João do Rio site apresenta textos inéditos

Há cem anos, em 23 de junho de 1921,  morria João Paulo Emílio Cristóvão dos Santos Coelho Barreto, ou João do Rio, pseudônimo que o tornou conhecido. O escritor e jornalista é lembrado por ter desvendado a alma das ruas cariocas.

Baixar arquivo
Política

CPI aprova requerimento para ouvir Wilson Witzel em reunião secreta

Ex-governador do Rio de Janeiro já depôs na CPI da Pandemia na semana passada, mas pediu para esclarecer alguns fatos de forma privada. Senadores governistas questionaram a validade do depoimento em sessão secreta. 

Baixar arquivo
Esportes

Rômulo testa positivo para covid-19 e desfalca Vasco contra o Cruzeiro

O Vasco está pronto para o confronto com o Cruzeiro, nesta quinta-feira (24), às 21h30min, no Mineirão, pela 6ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Gigante da Colina terá um grande desfalque. Rômulo testou positivo para covid-19.

Baixar arquivo
Saúde

Pandemia: pesquisa aponta que apenas 22% seguem dieta mais saudável

Uma pesquisa da multinacional Kantar, líder em dados, insights e consultoria, mostra que apenas 22% das pessoas estão seguindo uma dieta mais saudável em comparação ao período anterior ao isolamento social e o que antes era prioridade para muitas pessoas, atualmente se resume a tentativas para emagrecer.

Baixar arquivo
Saúde

Municípios do Rio recebem novas doses da vacina AstraZeneca

Ao todo, mais de 1,060 milhão de doses vão chegar aos postos destinados para a aplicação da segunda dose.

Baixar arquivo
Geral

Em 2019, 38% da população tinha dificuldade no acesso à água tratada

Um levantamento divulgado nesta quarta-feira (23) pelo IBGE apontou que, antes da pandemia de covid-19, quase 38% da população brasileira enfrentava alguma dificuldade no acesso à água tratada.

Baixar arquivo