UFGO desenvolve método para tratar resíduos da indústria cosmética

Pesquisa foi feita durante tese de mestrado de Pryscilla Andrade

Publicado em segunda-feira, 4 Janeiro, 2021 - 14:10 Por Beatriz Evaristo - Brasília

O Brasil está entre os países que mais produzem e mais consomem cosméticos em todo o mundo. Mas, até um produto de beleza chegar em nossas casas, ele passa por um processo industrial que libera resíduos que podem ser tóxicos para o meio ambiente.

E, para que esse cuidado do fio de cabelo à ponta dos pés também alcance a natureza, um estudo realizado pela pesquisadora Pryscilla Andrade, durante o mestrado na Universidade de Goiás, desenvolveu um método para tratar o que vai pelo ralo da indústria cosmética usando outros tipos de resíduos.

Esse reaproveitamento do que é descartado na agroindústria para dar um tratamento adequado aos resíduos cosméticos deve reduzir os custos. A professora Núbia Natália de Brito foi uma das orientadoras do projeto e destaca a importância dessa nova tecnologia sustentável.

Os testes foram realizados em laboratório e apresentaram bons resultados. Outra vantagem desse processo está na possibilidade de uso da energia solar, como explica a professora.

Para que os testes possam ser realizados em escalas maiores, indústrias interessadas no projeto podem procurar a universidade.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

INSS suspende atendimento do PREVBarco a comunidades do Amazonas

Com o agravamento da pandemia no Amazonas, o INSS resolveu suspender as missões dos chamados PREVBarcos, que são Unidades Móveis Flutuantes de atendimento à população ribeirinha e trabalhadores rurais.

Baixar arquivo
Justiça

Governo do AM terá que prestar informações sobre falta de oxigênio

Nessa terça-feira (19), a justiça determinou que o governo  do Amazonas devolva,  em 48 horas, 155 cilindros de oxigênio reabastecidos ao município de Coari. Em caso de descumprimento, a multa pode chegar até R$10 milhões.

Baixar arquivo
Saúde

Cuidados contra a covid-19 devem ser mantidos mesmo após vacina

A vacina contra a covid-19 começou a ser aplicada em todo o país. E junto com as doses, surgem algumas dúvidas: Os hábitos da população devem mudar após o início da vacinação? Quem já tomou a vacina pode transmitir o vírus? Em entrevista à Rádio Nacional, o diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia do Distrito Federal, David Urbaez, explicou quais são os cuidados que devemos tomar.  

Baixar arquivo
Saúde

Por falta de insumo, Fiocruz adia entrega da vacina de Oxford

A Fiocruz adiou para março a entrega dos primeiros lotes da vacina desenvolvida em parceria com a universidade inglesa de Oxford e com a farmacêutica AstraZeneca. O motivo é o atraso na entrega do IFA, o Ingrediente Farmacêutico Ativo, pela AstraZeneca.

Baixar arquivo
Saúde

Vacinação na cidade do Rio continua amanhã apesar do feriado

Município comemora nesta quarta-feira (20) dia do padroeiro São Sebastião. Primeiro lote com mais de 115.000 doses de vacinas será destinado a profissionais de saúde e alguns grupos de risco.

Baixar arquivo