EBC assina acordo que amplia acesso à comunicação pública no Amazonas

Publicado em 22/06/2022 - 20:00 Por Emir Fadul - Repórter da Rádio Encontro das Águas, para a Rádio Nacional - Manaus

Na tarde desta quarta-feira (22/06), em Manaus, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e o Governo do Amazonas, via Sistema Encontro das Águas, assinaram um acordo de cooperação para operação e instalação de 31 retransmissoras de rádio e televisão no interior do estado. Com investimentos do programa federal Digitaliza Brasil, os novos canais ampliam o acesso dos amazonenses à educação a distância, via Aula em Casa, e à programação da Rádio e TV Encontro das Águas. Com outros 31 canais, já em fase de instalação com recursos do governo estadual, até 2023, o Sistema de Comunicação Pública estará presente nos 62 municípios do Amazonas.

A solenidade de assinatura do Acordo de Cooperação ocorreu na sede do governo do Amazonas e contou com a presença do diretor-presidente da EBC, Glen Lopes Valente, da secretária executiva do Ministério das Comunicações e membro do Conselho da EBC, Maria Estella Dantas Antonichelli, do presidente do Sistema de Comunicação Pública do Amazonas, Oswaldo Lopes e do secretário de governo (Segov), no ato representando o governador Wilson Lima, Sérgio Litaiff Filho.

Para o presidente da EBC, Glen Lopes Valente, o acordo consolida a parceria entre a Empresa Brasil de Comunicação e o Sistema Encontro das Águas. “É uma parceria que une EBC, Ministério das Comunicações e Sistema Encontro das Águas na soma de esforços que buscam ampliar a cobertura da Comunicação Pública na região amazônica. É algo inédito e só foi possível graças a esse tripé formado por pessoas boas que trabalham em prol da Amazônia”, disse Valente.

De acordo com o presidente do Sistema Encontro das Águas, a qualidade dos conteúdos produzidos pela TV e pela Rádio Encontro das Águas contribuiu para a solidificação da parceria entre o Sistema e a EBC. “Este acordo de operação de novos canais é fruto, primeiro da atitude que tivemos no início da nossa gestão de associar os veículos públicos do Amazonas com a Empresa Brasil de Comunicação, daí veio a Rádio FM, a multiplicidade de canais, e, segundo da nossa produção audiovisual que conquista cada vez mais espaço na rede com exibição para todo o Brasil. Então quem ganha com esse acordo é a sociedade amazonense que será cada vez mais vista e conhecida Brasil afora por meio da sua arte, da sua cultura e da sua história”, comemora Lopes.

Com o Digitaliza Brasil, o Governo Federal, via Ministério das Comunicações, pretende expandir o serviço de tv digital para os municípios que ainda não concluíram a migração do sistema analógico para o digital.

O programa vai distribuir conversores à população e instalar equipamentos de transmissão para digitalização das emissoras de televisão.

No interior do Amazonas, o Sistema Encontro das Águas chega com sinal de televisão 100% digital. O acordo firmado amplia o acesso de mais amazonenses ao sinal de tv de alta definição. Muitos municípios ainda contam apenas com o sinal analógico. “É transformador. Você tem uma comunidade que deixa de ter um sinal de televisão ruim, com chuviscos e ruídos para ter acesso a um sinal que transmite conteúdos de alta qualidade em questão de imagem e som. No interior, geralmente as TVs comerciais não tem interesse em investir em equipamentos que transmitam com alta qualidade mantendo apenas os canais analógicos no ar. No Amazonas, priorizamos a TV Pública Encontro das Águas para ampliar a sua cobertura no Estado”, explica a secretária executiva do Ministério das Comunicações e membro do Conselho da EBC, Maria Estella Dantas Antonichelli.

O projeto de interiorização do sistema foi divido em três fases. A primeira, 50% realizada, já instalou retransmissoras em 10 de 20 municípios contemplados. Hoje, fora a capital, mais de 584 mil amazonenses já tem acesso aos conteúdos da TV e da Rádio Encontro das Águas e, ao ensino a distância do Aula Em Casa nos canais 2.2, 2.3, e 2.4. A segunda fase do projeto contemplará outros 10 municípios do interior, totalizando 31 retransmissoras.

Na terceira fase de expansão do sistema, o acordo de cooperação beneficiará 31 municípios amazonenses: Amaturá, Anori, Atalaia do Norte, Barcelos, Barreirinha, Beruri, Boa Vista do Ramos, Caapiranga, Canutama, Envira, Fonte Boa, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Juruá, Jutaí, Manicoré, Maraã, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Novo Aripuanã, Pauini, Santa Isabel do Rio Negro, São Sebastião do Uatumã, Uarini, Urucará, Urucurituba, Japurá Tapauá e Tonantins.

 

Edição: Alessandra Esteves

Últimas notícias
Economia

Em junho, balança comercial registra saldo positivo de U$ 8,8 bilhões

O Brasil exportou mais de U$ 32,7 bilhões em produtos ao longo do mês passado. E comprou de outros países quase U$ 24 bilhões.

Baixar arquivo
Geral

Funcionários podem ser punidos em caso de difamação nas redes

Os funcionários podem usar suas redes sociais para fazer desabafos sobre o trabalho desde que não violem o direito à imagem e à privacidade da empresa

Baixar arquivo
Geral

TSE: eleições terão novos recursos de acessibilidade

O vídeo feito por uma intérprete de Libras será exibido em todas as 577 mil urnas eletrônicas preparadas para a eleição de outubro

Baixar arquivo
Economia

Doação de pessoa para campanha via PIX só pode ser feita com CPF

A decisão por unanimidade foi do plenário do Tribunal Superior Eleitoral na sessão desta sexta-feira.

Baixar arquivo
Cultura

Sinal da TV Brasil chega a Feira de Santana, na Bahia

O sinal da TV pública nacional agora pode ser assistido na região pelo canal aberto, disponível para mais de 700 mil telespectadores.  

Baixar arquivo
Educação

Vestibular de 2023 da USP terá novo critério de classificação

Todos os candidatos, incluindo alunos cotistas, vão disputar primeiro as vagas de Ampla Concorrência. Já os que fizeram todo o Ensino Médio em escolas públicas também concorrem às vagas destinadas a alunos de Escolas Públicas e os candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas ainda podem disputar as vagas destinadas às cotas raciais, as chamadas PPI.

Baixar arquivo