Após votação de denúncia, presidente da Câmara e equipe econômica debatem Reforma da Previdência

Reforma da Previdência

Publicado em 26/10/2017 - 18:45 Por Lucas Pordeus Leon - Brasília

Um dia depois que a Câmara rejeitou a denúncia contra Michel Temer, os ministros da área econômica, Dyogo Oliveira, do Planejamento, e Henrique Meirelles, da Fazenda, se reuniram com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e aliados. 


Foram discutidas as futuras medidas econômicas que devem ser apreciadas no Congresso, especialmente a reforma da previdência.


Apesar de Maia ter defendido um reforma mais enxuta, o ministro da Fazenda defende o projeto como foi aprovado na Comissão especial.

 

Para votar uma PEC, proposta de emenda a Constituição, são necessários 308 votos, 57 a mais do que o governo conseguiu na votação da segunda denúncia.


O PSDB, um dos principais aliados do governo, teve a maioria votando contra Michel Temer, 23 contra 20. O vice-líder do governo, Carlos Marum, do PMDB, espera que mesmo tendo votado contra o governo, o PSDB apoie a reforma.

 

O deputado Betinho Gomes, do PSDB, disse que o partido tem interesse em votar medidas econômicas, mas o governo tem que se reaproximar da bancada.


Porém, o tucano acredita que o partido deve apoiar a reforma da previdência.


Para o deputado Rogério Rosso, do PSD, liderança do chamado centrão, o governo tem que buscar uma repactuação com a base e cobra mudanças em relação a participação do PSDB no governo.


Mesmo assim, Rosso defende que a proposta da previdência tem que ser alterada.

 

Do lado da oposição, o deputado Júlio Delgado, do PSB, aposta que o governo não tem mais forças para votar uma reforma da previdência.


Ministros e lideranças do governo evitam falar em datas para votação da reforma da previdência. Antes, eles devem negociar os termos da proposta.

Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Fiocruz celebra 122 anos com histórias de sucesso e projetos de futuro

Em 122 anos a fundação cresceu e está presente em todas as cinco regiões do Brasil, com núcleos em dez estados, além do Distrito Federal e ainda tem parcerias com instituições científicas de 50 países.

Baixar arquivo
Saúde

Amazonas: Oftalmologia Humanitária realizará cirurgias e doará óculos

Os moradores dos municípios de Barcelos, Santa Isabel e Novo Airão, no Amazonas vão receber atendimentos oftalmológicos de graça a partir deste domingo até o dia 7 de junho.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

ONU pede investigação "célere e completa" sobre morte em ação da PRF

Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, morreu depois de ser colocado por agentes da PRF dentro de uma viatura de onde saía muita fumaça. O IML de Sergipe identificou de forma preliminar a causa da morte como asfixia..

Baixar arquivo
Geral

Ao menos 33 pessoas morrem por causa das chuvas em Pernambuco

Uma única ocorrência neste sábado causou 19 óbitos: um deslizamento de barreira em uma comunidade na zona sul do Recife.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Dia da Dignidade Menstrual alerta para falta de acesso a itens básicos

Este sábado (28) é o Dia Internacional da Dignidade Menstrual, data que chama a atenção para a urgência de se garantir o acesso a itens de higiene, infraestrutura adequada e informação.

Baixar arquivo
Economia

Por liminar, justiça suspende demissões na Caoa Chery em Jacarei - SP

Segundo decisão da justiça do trabalho as dispensas coletivas precisam de prévia negociação considerando o impacto social que causam. A empresa tem prazo de cinco dias para o cumprimento da medida sob pena de multa de R$ 50 mil por dia. 

Baixar arquivo