Conselho de Ética arquiva representações contra deputado Wladimir Costa

Câmara dos Deputados

Publicado em 06/12/2017 - 08:28 Por Samanta do Carmo - Brasília

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados arquivou a representação por quebra de decoro parlamentar feita pelo PSB contra o deputado Wladimir Costa, do Solidariedade, do Pará, ele ficou conhecido por ter feito uma tatuagem temporária com o nome de Michel Temer às vésperas da votação da denúncia de corrupção contra o presidente.

 

Wladimir Costa foi acusado de ofender uma jornalista durante entrevista depois de uma pergunta sobre a tatuagem. Costa respondeu a ela que só mostraria o desenho se fosse para mostrar o corpo todo. E depois fez postagens nas redes sociais usando a imagem da jornalista. O relator do caso, deputado Laerte Bessa, do PR, acatou o parecer em separado do colega Mauro Lopes, do PMDB, que classificou o caso como uma resposta idiota e ainda chamou a jornalista de imprudente. Para ele, não houve quebra de decoro ou crime de assédio.

 

A jornalista sofreu ainda mais ataques. Laerte Bessa chamou a profissional de mal educada e abusada por ela ter ligado para ele para tratar do assunto.

 

O deputado acusado fez sua defesa pela primeira vez na sessão dessa terça-feira (5). Wladimir Costa disse que tudo ocorreu num momento de brincadeira, que se dirigiu a vários jornalistas e não diretamente a uma pessoa e que falar em mostrar o corpo todo não seria assédio porque isso não implicaria nudez.

 

Uma segunda representação de Wladimir Costa pelo compartilhamento de fotos da filha da deputada Maria do Rosário, do PT, também foi arquivado. Na foto, distribuída por um grupo de WhatsApp, teria sido feita uma montagem em que a filha da deputada aparece em roupas íntimas ao lado de outro deputado adversário da petista. Costa argumentou que alguém estaria se passando por ele. Portanto, não fez as postagens.

Últimas notícias
Justiça

MPF abre novo procedimento após morte de cidadão em abordagem da PRF

Imagens veiculadas na internet mostram a vítima presa dentro de uma viatura esfumaçada. O IML de Sergipe identificou de forma preliminar que a vítima teve como causa da morte insuficiência aguda secundária a asfixia.

Baixar arquivo
Geral

Chuvas em AL: Governo reconhece situação de emergência em 9 municípios

O governo federal reconheceu a situação de emergência em nove municípios de Alagoas por causa das fortes chuvas que atingem o estado. Outras duas cidades estão com processo de reconhecimento federal em andamento. 

Baixar arquivo
Justiça

Chacina de Unaí: ex-prefeito é condenado a 64 anos de prisão

O Tribunal do Júri Federal condenou nesta sexta-feira o produtor rural e ex-prefeito Antério Mânica no caso do assassinato de três auditores fiscais e do motorista, em 2004, em Unaí (MG).

Baixar arquivo
Saúde

RJ: Casos de dengue aumentam 177% nos cinco primeiros meses deste ano

A capital fluminense concentra a maioria dos registros da doença, mas as regiões Noroeste e Norte apresentam alta transmissão, de acordo a Secretaria de Estado de Saúde.

Baixar arquivo
Economia

Ministério de Minas e Energia diz que estoque de diesel dura 38 dias

Se a importação desse combustível fosse suspensa, seria possível atender à demanda durante 38 dias, com esses estoques e a produção nacional.

Baixar arquivo
Economia

Eletrobras lança oferta de ações em mais um passo para privatização

A Eletrobras apresentou os documentos necessários para realizar a operação, com a qual a estatal espera movimentar mais de R$ 30 bilhões.

Baixar arquivo