Desembargador derruba bloqueio de bens de Crivella

Rio de Janeiro

Publicado em 31/08/2018 - 12:45 Por Raquel Júnia - Rio de Janeiro

O desembargador Ney de Barros Bello Filho, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, derrubou nessa quinta-feira (30) a liminar que bloqueava os bens do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.


Segundo ele, não há indícios de ato irregular por parte de Crivella enquanto era Ministro da Pesca. Os bens foram bloqueados por decisão do juiz substituto da 20ª Vara Federal do Distrito Federal Renato Borelli, no âmbito de uma ação de improbidade administrativa.


O prefeito foi acusado de envolvimento com contratação irregular de serviços de instalação e substituição de vidros, espelhos e acessórios, além de fornecimento de materiais para o Ministério da Pesca, no valor total de R$ 744.995,00, no período em que era ministro do governo Dilma, entre março de 2012 e março de 2014.


Em julho deste ano, quando houve a decisão do juiz substituto da 20ª Vara Federal do Distrito Federal, Marcelo Crivella afirmou que o contrato questionado já havia sido cancelado, antes da manifestação da Controladoria-Geral da União (CGU) para que o Ministério da Pesca apurasse indícios de sobrepreço.


Na decisão dessa quinta-feira, o desembargador do TRF1 indicou, na decisão, que inexiste indício da suposta ligação entre Crivella e os servidores públicos investigados.


Ney Bello destacou, no entanto, que para definição do ressarcimento à União o entendimento dominante no âmbito do Superior Tribunal de Justiça (STJ) é de que “deve ser mantida a responsabilidade solidária dos envolvidos no processo.”


Issoo significa que, embora tenha havido a suspenção do bloqueio, o prefeito permanecerá no processo até que seja declarado o valor de retorno dos recursos aos cofres públicos.


Além de Crivella, bens de outras oito pessoas também foram bloqueados na decisão anterior da Justiça. No caso desses oito acusados, o bloqueio permanece.

Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Fiocruz celebra 122 anos com histórias de sucesso e projetos de futuro

Em 122 anos a fundação cresceu e está presente em todas as cinco regiões do Brasil, com núcleos em dez estados, além do Distrito Federal e ainda tem parcerias com instituições científicas de 50 países.

Baixar arquivo
Saúde

Amazonas: Oftalmologia Humanitária realizará cirurgias e doará óculos

Os moradores dos municípios de Barcelos, Santa Isabel e Novo Airão, no Amazonas vão receber atendimentos oftalmológicos de graça a partir deste domingo até o dia 7 de junho.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

ONU pede investigação "célere e completa" sobre morte em ação da PRF

Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, morreu depois de ser colocado por agentes da PRF dentro de uma viatura de onde saía muita fumaça. O IML de Sergipe identificou de forma preliminar a causa da morte como asfixia..

Baixar arquivo
Geral

Ao menos 33 pessoas morrem por causa das chuvas em Pernambuco

Uma única ocorrência neste sábado causou 19 óbitos: um deslizamento de barreira em uma comunidade na zona sul do Recife.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Dia da Dignidade Menstrual alerta para falta de acesso a itens básicos

Este sábado (28) é o Dia Internacional da Dignidade Menstrual, data que chama a atenção para a urgência de se garantir o acesso a itens de higiene, infraestrutura adequada e informação.

Baixar arquivo
Economia

Por liminar, justiça suspende demissões na Caoa Chery em Jacarei - SP

Segundo decisão da justiça do trabalho as dispensas coletivas precisam de prévia negociação considerando o impacto social que causam. A empresa tem prazo de cinco dias para o cumprimento da medida sob pena de multa de R$ 50 mil por dia. 

Baixar arquivo