Parecer da CCJ da Alerj manda soltar deputados presos

Assembléia Legislativa do Rio

Publicado em 21/10/2019 - 19:46 Por Fabiana Sampaio - Rio de Janeiro

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Rio emitiu parecer favorável a soltura de cinco deputados presos após reeleição no ano passado.

 

Em reunião a portas fechadas, realizada nesta segunda-feira, no Palácio Tiradentes, o relatório pela liberação dos parlamentares foi aprovado por cinco votos a dois. A Justificativa da Alerj para a reunião fechada é que estavam sob análise documentos sigilosos enviados pelo Tribunal Regional Federal da 2ª região.

 

Além de Luiz Martins (PDT), André Correa (DEM) e Marcus Vinicius Neskau (PTB), o benefício foi estendido também para Marcos Abrahão (Avante) e Chiquinho da Mangueira (PSC). O parecer da Comissão impede, no entanto, que os cinco deputados exerçam seus mandatos, formem gabinete e recebam salário, uma vez que a posse deles  está suspensa por decisão do Tribunal de Justiça.

 

O assunto entrou na pauta após a ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal definir que cabe à casa legislativa decidir sobre a soltura. Com o parecer aprovado, a CCJ vai protocolar um projeto de resolução que será votado em sessão extraordinária no plenário da Alerj  nesta terça-feira.

 

Seja qual for a decisão sobre o destino dos deputados estaduais, ela precisará do aval da maioria absoluta dos parlamentares, o que significa ao menos 36 votos. O deputado Luiz Paulo do PSDB, que votou contrário à soltura, avalia que a imagem da casa pode ficar prejudicada se confirmada a liberação em plenário.

 

Nenhum dos parlamentares da CCJ que votaram favoravelmente à libertação dos colegas presos falou com a imprensa. Os cinco deputados foram para a cadeia, levados pela operação Furna da Onça,  desdobramento da Lava Jato no Rio,  em novembro no ano passado.

 

Eles são acusados  de corrupção, lavagem de dinheiro, loteamento de cargos públicos e mão de obra terceirizada em órgãos públicos do estado. O  esquema teria sido montado pelo ex-governador Sergio Cabral dentro da ALERJ.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

IBGE lança site com dados da covid-19 em todos os municípios do país

Usuário pode consultar situação do seu município e de locais vizinhos

Baixar arquivo
Geral

PRF faz ações educativas em BRs até sexta-feira

A novidade este ano é a distribuição de panfletos digitais com o sistema QR Code, no qual o motorista faz a leitura de um código com a câmera do celular e tem acesso a vídeos educativos.

Baixar arquivo
Política

Ministro atribui incêndios florestais a fenômeno natural

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, criticou a campanha internacional contra o desmatamento no Brasil que, segundo ele, teria a intenção de derrubar o governo Bolsonaro.

Baixar arquivo
Esportes

Ativa contra o racismo, Ary Borges comemora chance na seleção feminina

Em entrevista na Granja Comary, em Teresópolis, onde a seleção feminina está em treinamento há uma semana, a meia do Palmeiras, de 20 anos, revela que usa a proeminência do futebol para combater o preconceito, seja de gênero ou racial. Ary é uma das novidades da convocação da técnica Pia Sundhage, ao lado de Pardal, do Corinthians

Baixar arquivo
Cultura

Primavera dos Museus tem atividades virtuais em 520 instituições

Até domingo, dia 27, as instituições realizam uma série de atividades com um tema em comum, Mundo Digital: Museus em transformação. Entre as mais de 1,3 mil atividades programadas estão palestras, visitas mediadas, exibição de filmes, contação de histórias, shows e rodas de conversa.

Baixar arquivo
Geral

Governo retoma obras da BR-319, que liga Manaus a Porto Velho

Obras recomeçam com pavimentação e recuperação do Km 198 ao Km 250. Segundo o ministro Tarcísio Freitas, a intenção é que, em 2022, toda a extensão da rodovia tenha contratos para a entrega da rodovia toda pavimentada até o fim do ano

 

Baixar arquivo