Deputados aprovam texto-base de proposta que permite realização de sorteios por TVs e rádios

Texto-base aprovado

Publicado em 04/06/2020 - 11:19 Por Lucas Pordeus León - Brasília

A maioria da Câmara dos Deputados foi favorável ao texto-base que permite a realização de sorteios de prêmios, vale-brindes ou concursos, a título de propaganda, por emissoras de televisão ou rádio de todo o país, ou por organizações da sociedade civil. Ainda faltam votar os destaques que podem alterar o texto.

 

NO projeto de lei relatado pelo deputado Fernando Monteiro, do PP de Pernambuco, teve origem em uma Medida Provisória do governo federal editada em março, antes da pandemia. O relator ampliou para todas as rádios e TVs do país a possibilidade de realizar esses sorteios. Na medida original, só estavam contempladas as TVs abertas de abrangência nacional.

 

Segundo o relator, a ideia é permitir que o setor de radiodifusão possa obter recursos de outras fontes. No caso das organizações da sociedade civil, o parecer condiciona os sorteios à finalidade da instituição, como promoção da educação, da saúde ou do desenvolvimento econômico.

 

O texto foi criticado por parlamentares da oposição sob o argumento de que, no passado, esse tipo de atividade foi suspensa pela Justiça devido aos riscos para os consumidores, como destacou o deputado do PT gaúcho, Henrique Fontana.

 

Sonora: “Esses cassinos se darão dentro da casa de todos os brasileiros. Vamos submeter idosos, pessoas vulneráveis vão ser submetidas a um crime contra a economia popular, presidente. As pessoas vão ser levadas ao hiper-endividamento”.

 

Já os favoráveis afirmaram que a medida deve estimular a economia. O deputado Marcelo Ramos, do PL do Amazonas, opinou que o texto do relator tem travas que dão segurança aos consumidores.

 

Sonora: “Está muito claro uma série de travas antes inexistentes nesse tipo de sorteio: crianças e adolescentes, defesa do consumidor.”

 

O texto aprovado proíbe os jogos de azar e bingos e restringe a participação nos sorteios aos maiores de 18 anos. Será exigido, ainda, o cadastro prévio do participante. E o Ministério da Economia deverá regular os sorteios. Está dispensada a autorização, porém, dos prêmios de até R$ 10 mil por mês.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Projeto que autoriza privatização dos Correios é aprovado na Câmara

O parecer do relator, deputado Gil Cutrim, do Republicanos, prevê  que  após o leilão, a estatal será transformada em uma empresa de economia mista, que passará a ser chamada de Correios do Brasil. E a  Anatel passa a regulamentar os serviços postais.

Baixar arquivo
Política

Lei de combate à violência política contra a mulher é sancionada

Uso indevido pelos partidos de nomes de mulheres apenas para o preenchimento da cota de 30% e o desvio dos recursos destinados ao financiamento das campanhas femininas estão entre os principais casos de violência política contra a mulher no Brasil.

Baixar arquivo
Segurança

Operação Shark desarticula grupo que aplicava golpes em empréstimos

Uma ação conjunta das polícias civis do Distrito Federal e do Rio de Janeiro desarticulou nesta quinta-feira um grupo especializado em aplicar golpes de empréstimos de dinheiro. Além do Rio e do DF, os criminosos atuavam nos estados de São Paulo e Pernambuco.

Baixar arquivo
Saúde

41 pessoas recebem medalhas do Mérito Médico e Mérito Oswaldo Cruz

As medalhas de ouro foram entregues a 15 ministros do governo, além dos presidentes da Câmara, Arthur Lira e do Senado, Rodrigo Pacheco

Baixar arquivo
Economia

Dia dos Pais: 32% dos brasileiros devem dar presentes aponta pesquisa

Domingo é Dia dos Pais. E pesquisa da Associação Comercial de São Paulo aponta que apenas 32% dos brasileiros planejam comprar um presente para celebrar a data. A pesquisa nacional mostra ainda que 19% dos consumidores ouvidos ainda estão indecisos.

Baixar arquivo