Governo pretende privatizar 115 bens públicos em 2021

Na lista há Correios, Eletrobras, 16 aeroportos, rodovias e florestas

Publicado em quarta-feira, 2 Dezembro, 2020 - 21:35 Por Renata Martins - Brasília

O governo federal pretende privatizar 115 bens públicos em 2021. Na lista estão os correios, a Eletrobras, a CBTU, rodovias, aeroportos e florestas.

O Conselho do PPI - Programa de Parcerias de Investimentos – apresentou nessa quarta-feira os empreendimentos a serem leiloados no próximo ano.

Serão 16 aeroportos, incluindo Congonhas, em São Paulo; Santos Dumont, no Rio de Janeiro; e um bloco de terminais no Pará e no Amazonas.

Já os projetos para transferir rodovias federais à iniciativa privada incluem a Via Dutra - que liga São Paulo ao Rio de Janeiro. Além disso, o PPI inclui ferrovias e terminais portuários.

Com as privatizações, o governo pretende arrecadar R$ 367 bilhões em 2021.

Um número bem superior ao que foi executado esse ano. Até 2 de dezembro, foram realizados 18 leilões, que resultaram em uma arrecadação de cerca de R$ 40 bilhões.

Durante coletiva, em Brasília, a secretária especial do PPI, Martha Seillier, afirmou que todos os projetos apresentados como leilões possíveis já estão com a estruturação em curso.

O governo federal também pretende conceder para a iniciativa privada 11 parques para visitação. O projeto inclui os Lençóis Maranhenses, Cataratas do Iguaçu, Jericoacoara, Canela, Chapada dos Guimarães e Serra dos Órgãos.

Outras seis áreas serão disponibilizadas para manejo florestal no Amazonas.

Oito empresas públicas estão na lista de privatização, entre elas a CBTU, Companhia Brasileira de Trens Urbanos; o Serpro, Serviço Federal de Processamento de Dados; e a DataPrev, Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência.

A venda de algumas empresas precisa de aprovação no Congresso Nacional. No caso dos Correios, o serviço postal é responsabilidade da União e a empresa foi criada por meio de um projeto de lei. Segundo a Secretaria Especial do PPI, a proposta de remodelação da empresa postal deve ser enviada em alguns dias para apreciação de deputados e senadores.

A privatização da Eletrobras – empresa estatal que atua na geração, transmissão e distribuição de energia – também precisa de aprovação do Congresso. A empresa tem uma das maiores previsões de arrecadação: R$ 60 bilhões.

A ideia de ampliar a participação privada no setor elétrico é alvo de críticas. Em novembro, o incêndio dos dois transformadores em funcionamento para abastecer 13 cidades do Amapá deixou o estado no escuro. A subestação é de uma empresa privada – a Linhas de Macapá Transmissora de Energia. Para resolver o fornecimento, foram necessários recursos e estrutura do poder público, com equipamentos e servidores da Eletrobras.

Para Ikaro Chaves, Diretor da Associação dos Engenheiros e Técnicos do Sistema Eletrobras, a privatização da empresa trará prejuízos incalculáveis para a população brasileira.

Já a secretária especial do PPI, Martha Seillier afirma que a Eletrobras tem dificuldade de realizar investimentos por causa do controle estatal.

Nem todas a empresas públicas dependentes do tesouro serão privatizadas. Martha Seillier cita a Embrapa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, como estratégica e sem expectativa de ser leiloada.

A privatização da EBC, Empresa Brasil de Comunicação, responsável pelas Rádios Nacional, TV Brasil e Agência Brasil, ainda está em estudo e não está prevista para 2021.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Esportes

Confira os resultados dos jogos pela 30ª rodada do Brasileirão

Pela 30ª rodada do Brasileirão nesse domingo (17),  o Santos venceu Botafogo, São Paulo empatou com Atlético Paranaense e Atlético Mineiro venceu o Atlético Goianiense. 

E hoje Palmeiras enfrenta o Corinthians e o Flamengo joga contra o Goiás. 

Baixar arquivo
Educação

Enem tem abstenção de 51%, a maior da história do exame

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, considerou o Enem um sucesso e responsabilizou a campanha contra a aplicação do exame durante a pandemia como um dos motivos da alta abstenção. 

Baixar arquivo
Saúde

Covid: Anvisa aprova vacinas, e doses serão distribuídas nesta segunda

Após aprovação do uso emergencial de 6 milhões de doses da CoronaVac e de 2 milhões da vacina de Oxford (que ainda não estão em solo brasileiro), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou que os imunizantes começam a ser enviados nesta segunda-feira para os estados. O governo de SP já fez a primeira aplicação da CoronaVac na enfermeira negra Mônica Calazans, que atua na linha de frente contra o coronavírus. 

Baixar arquivo
Geral

Pessoas são detidas no Amazonas por descumprir toque de recolher

Só nessa madrugada, 20 pessoas foram detidas em Manaus por não respeitarem o decreto que restringe a circulação de pessoas das 19h às 6h. Estado vive caos na saúde e falta oxigênio para pacientes.

Baixar arquivo
Geral

Rio tem 1º dia de reabertura das áreas de lazer da orla

O domingo típico de verão - com sol forte e temperaturas elevadas - marcou o primeiro fim de semana de reabertura das áreas de lazer na orla do Rio. E o resultado não foi outro.

Baixar arquivo
Geral

Amazonas prorroga restrições a comércio e circulação de pessoas

O funcionamento das atividades econômicas não essenciais segue suspenso até o dia 31 de janeiro. O toque de recolher das 19h às 6h também está mantido. Crise na saúde do estado envolve até mesmo falta de oxigênio para pacientes - que estão sendo transferidos para outros estados.

Baixar arquivo