PGR pede explicação a Witzel sobre supostas ameaças a secretário

Publicado em quinta-feira, 7 Janeiro, 2021 - 20:05 Por Fabiana Sampaio - Rio de Janeiro

A Procuradoria-Geral da República encaminhou um pedido de explicação ao governador afastado do Rio, Wilson Witzel, sobre supostas ameaças feitas ao atual secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Chaves.

As ameaças teriam ocorrido durante uma live que o governador realizou nessa quarta-feira (6). No vídeo, Witzel chama o secretário de mentiroso, após este ter afirmado em depoimento no processo de impeachment que a secretaria, na gestão de Witzel, estava aparelhada. 

A assessoria de imprensa do Ministério do Público Federal não deu detalhes do pedido; apenas informou que se trata de um procedimento preliminar de investigação, uma providência extrajudicial,  tomada em uma notícia de fato. 

Em sua conta no Twitter, o governador afastado Wilson Witzel afirmou que apenas exerceu seu direito sagrado de defesa diante de informações falsas do secretário. 

O governador afastado diz ainda que não ameaçou o secretário e nem poderia ameaçá-lo, uma vez que o depoimento foi prestado em data anterior à critica feita nas redes sociais.

Witzel é alvo de um processo impeachment, acusado de participar de um esquema que cobrava propinas de empresas da área de saúde contratadas pelo governo.

O Tribunal Especial Misto responsável pelo julgamento suspendeu na última sessão os prazos do processo, até que a defesa do governador afastado tenha acesso à delação premiada do ex-secretário de Saúde Edmar Santos.

Edição: Ana Pimenta

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Prova de vida de aposentados segue até fevereiro

Com o novo decreto publicado nesta quarta-feira (20), o INSS prorrogou até fevereiro a suspensão do corte dos pagamentos de quem não fez a comprovação, tanto para residentes no Brasil ou no exterior.

Baixar arquivo
Educação

Niterói classifica educação como atividade essencial

Com isso, escolas poderão funcionar e ano letivo deve começar em março. Atualmente, a cidade está no nível amarelo de controle da covid-19, o que significa que até o ensino fundamental pode retornar às aulas presenciais. O secretário de Educação disse que, no entanto, ainda não há decisão para reabertura imediata das escolas.

Baixar arquivo
Geral

Em Sergipe, prefeito deve responder por tomar vacina contra a covid-19

Prefeito do interior do estado de Sergipe poderá responder por ter tomado a vacina contra a covid-19 sem fazer parte dos grupos prioritários. 

Os detalhes com Pedro Ramos, da Rádio UFS FM de Aracaju. 

Baixar arquivo
Geral

INSS suspende atendimento do PREVBarco a comunidades do Amazonas

Com o agravamento da pandemia no Amazonas, o INSS resolveu suspender as missões dos chamados PREVBarcos, que são Unidades Móveis Flutuantes de atendimento à população ribeirinha e trabalhadores rurais.

Baixar arquivo
Justiça

Governo do AM terá que prestar informações sobre falta de oxigênio

Nessa terça-feira (19), a justiça determinou que o governo  do Amazonas devolva,  em 48 horas, 155 cilindros de oxigênio reabastecidos ao município de Coari. Em caso de descumprimento, a multa pode chegar até R$10 milhões.

Baixar arquivo