Witzel diz que não controlou licitações e acusa ex-secretário de saúde

Governador afastado prestou depoimento a tribunal misto do impeachment

Publicado em 07/04/2021 - 19:35 Por Tatiana Alves - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O governador afastado do Rio, Wilson Witzel, acusou o ex-secretário de Saúde, Edmar Santos, de receber propina. Segundo Witzel, Edmar não tinha sinais de riqueza, mas citou o fato de terem sido encontrados R$ 8 milhões no colchão da casa dele.

A afirmação foi feita durante depoimento prestado nesta quarta-feira (7) ao Tribunal Especial Misto, responsável pelo julgamento do impeachment do governador afastado Wilson Witzel por suspeitas de desvios na área da Saúde durante a pandemia.

Em sua defesa, Witzel afirmou que não tem controle sobre as escolhas das empresas e que quem devia favores era o próprio Edmar, pelo fato de estar associado a grupos criminosos interessados em contratar as empresas. Ele declarou que, por causa da quantidade de contratos envolvidos em diferentes esferas de um governo, não há como controlar as licitações.

Presidido pelo desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, o Tribunal Misto ouviu do ex-secretário de Saúde que Witzel foi quem pediu a requalificação da Organização Social Unir Saúde e o restabelecimento dos contratos firmados pela instituição com a Secretaria de Saúde. A OS havia sido desqualificada em outubro de 2019.

Edmar Santos negou ter indicado o ex-subsecretário executivo de Saúde do estado Gabriell Neves, e responsabilizou "grupos ligados ao Witzel e ao Pastor Everaldo” pela escolha. Neves é acusado por desvios na compra de respiradores inadequados para o tratamento de Covid-19 e também pela contratação da Organização Social Iabas para a construção de hospitais de campanha que nunca foram entregues. 

O governador afastado estava presente na sessão especial desta quarta-feira do Tribunal Misto.

Edição: Roberto Piza/ Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Covid-19: Brasil já aplicou mais de 32 milhões de doses de vacina

Até este sábado (17), foram mais de 32 milhões de doses de vacina contra a covid-19. 24 milhões de pessoas já tomaram a primeira dose e mais de 8 milhões, a segunda dose.

Baixar arquivo
Geral

Fiscalização impede festa para 500 pessoas no Recreio, bairro do Rio

Desde que novo decreto foi publicado, a prefeitura da capital já registrou mais de 13 mil autuações, multando 624 estabelecimentos e ambulantes e fechando 185.

Baixar arquivo
Geral

Nova rodada do auxílio emergencial foi paga hoje

O dinheiro só pode ser movimentado pelo aplicativo CAIXA Tem. Para sacar valor em espécie ou transferir para conta-corrente, é preciso aguardar de duas a quatro semanas.

Baixar arquivo
Geral

Menino de oito anos é baleado na cabeça no Rio; estado é grave

Kaio Guilherme Barauna está internado no Hospital Municipal Pedro II. De acordo com familiares, a criança participava de uma comemoração, quando foi atingida.

Baixar arquivo
Geral

Ministério da Saúde alerta para reforço da vacina contra covid-19

A ideia agora é fazer parcerias com os conselhos regionais de saúde para diminuir esse número.

Baixar arquivo
Geral

Lideranças de rodas de samba, no Rio, buscam apoio para músicos

Uma das frentes para estruturar esse auxilio é a criação de um grupo de trabalho pela Câmara de Vereadores do Rio. 

Baixar arquivo