Justiça manda soltar ex-ministro, Milton Ribeiro, acusado de corrupção

PF investiga repasse ilegal de recursos no Ministério da Educação

Publicado em 23/06/2022 - 14:50 Por Gabriel Brum - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O Tribunal Regional Federal da Primeira Região mandou soltar o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro. O desembargador Ney Bello estendeu o benefício aos outros investigados no processo sobre irregularidades no Ministério da Educação. A decisão vale até o julgamento de mérito pela Terceira Turma do Tribunal.

O desembargador afirmou que não existem, nesse momento processual, as condições de manutenção da prisão preventiva. Ele apontou que Ribeiro não tem mais relação com o serviço público e que o procedimento de busca e apreensão e as quebras de sigilos já foram feitos.

Num primeiro momento, o pedido foi recusado, porque era necessária a inclusão da decisão que determinou a prisão preventiva.

Em nota, a defesa do ex-ministro comemorou e disse que a ilegalidade da detenção foi reconhecida.

A Justiça informou que o juiz da décima quinta Vara Federal de Brasília, Renato Borelli, responsável pela prisão de Milton Ribeiro, está sendo ameaçado por apoiadores do ex-ministro. Os casos já estão sendo investigados.

O ex-ministro, os pastores Arilton Moura e Gilmar Santos, o advogado Luciano Musse e o ex-assessor da Prefeitura de Goiânia Helder Bartolomeu foram presos pela Operação Acesso Pago, da Polícia Federal, que investiga o suposto “tráfico de influência e corrupção para a liberação de recursos públicos do FNDE – o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação”, que é vinculado ao MEC.

O grupo é investigado por supostos crimes de tráfico de influência, corrupção passiva, prevaricação e advocacia administrativa. Somadas, as penas máximas podem chegar a 18 anos de prisão.

Milton Ribeiro foi ministro da Educação entre julho de 2020 e março deste ano. Ele pediu demissão após denúncias de irregularidades na pasta.

Edição: Sâmia Mendes / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Saúde

Brasil confirma 106 casos de monkeypox, chamada de varíola dos macacos

 A maioria (75) foi registrada em São Paulo. Em seguida, está o Rio de Janeiro, com 20 casos. 

Baixar arquivo
Educação

Divulgada a lista de selecionados pelo Sisu para o segundo semestre

A divulgação foi informada pelo Ministério da Educação (MEC) na noite desta quarta-feira (6). O resultado pode ser acessado na página do Sisu.

Baixar arquivo
Política

Senado aprova proposta que pode zerar o IPVA de motos 170 cilindradas

Pela proposta, a redução a zero do IPVA não é impositiva, mas serve como uma sinalização para estados e para o Distrito Federal. O texto segue para promulgação.

Baixar arquivo
Política

Pacheco lê requerimentos de abertura de quatro CPIs no Senado

O ato significa que as CPIs estão autorizadas a serem instaladas na casa parlamentar.

Baixar arquivo
Segurança

ANTT alerta que é golpe telefonema sobre renovação do RNTRC

O superintendente substituto de Serviços de Transporte Rodoviário e Multimodal de Cargas da ANTT, José Aires Amaral Filho, afirma que a agência reguladora não faz contato por telefone nem por WhatsApp.

Baixar arquivo
Segurança

Região metropolita do Rio registra 40 mortos e 75 feridos em roubos

A região metropolitana do Rio de Janeiro registrou 116 roubos ou tentativas de roubo no primeiro semestre do ano. De acordo com relatório divulgado pelo Instituto Fogo Cruzado, as ocorrências terminaram com ao menos 40 mortos e 75 feridos.

Baixar arquivo