Ocupação de leitos de UTI em Minas Gerais chega a 90%

Pacientes graves com Covid-19

Publicado em 23/06/2020 - 21:34 Por Gésio Passos - Brasília

Com 720 mortes e quase 30 mil casos confirmados para o novo coronavírus, o estado de Minas Gerais pode entrar em colapso com aumento dos casos da doença. Nessa terça-feira (23), a ocupação dos leitos de UTIs na rede pública ficou em 90%.

 

Em Uberlândia, no Triângulo Mineiro dos leitos de UTI, a cidade tem 98% da ocupação dos leitos. Em Belo Horizonte, a ocupação dos leitos de UTI já é de 83%. Em Ipatinga, já existe superlotação dos leitos destinados para a doença, com 110% de ocupação.

 

As regiões nordeste e leste de Minas já não têm mais vagas de UTI para tratamento da doença.

 

Em entrevista coletiva, o Secretário de Saúde de Minas, Carlos Eduardo, afirmou que o estado não vai obrigar as prefeituras a decretarem o fechamento total, o lockdown.

 

Carlos Eduardo ainda disse que o estado tem baixa testagem porque recebeu poucos insumos do Ministério da Saúde, levando a testar apenas o público prioritário.

 

O governo diz que o momento deve levar a aumentar a testagem no estado, que tem mais de 18 milhões de habitantes. Apenas 33 mil pessoas foram testadas em laboratório. O número de testes rápidos já realizados não foi divulgado pela Secretaria de Saúde.

 

Segundo o Ministério da Saúde, foram distribuídos 165 mil testes laboratoriais e 780 mil testes rápidos para Minas Gerais.

 

A Secretaria de Saúde afirmou que ainda há leitos na rede pública da capital que podem ser abertos antes de inaugurar o hospital de campanha montado no Centro de Convenções do governo em abril.

 

Dos 853 municípios de Minas Gerais, 640 já tiveram casos confirmados da Covid-19. Desses, 193 já registraram mortes para a doença.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Segurança

PF retoma depoimentos sobre incêndio no Hospital de Bonsucesso

Nesta semana, nove brigadistas que são funcionários terceirizados da unidade e atuaram no combate ao fogo devem ser ouvidos. Os depoimentos serão tomados na sede da Superintendência da Polícia Federal no Rio.

Baixar arquivo
Geral

Moradores do Rio e de Nilópolis reclamam de falta d'água

No último dia 15 de novembro, a Companhia Estadual de Águas e Esgotos iniciou um reparo emergencial em um dos motores da Elevatória do Lameirão, conjunto de equipamentos que bombeia água para a capital e para o município da Baixada Fluminense. Desde então, há redução de 25% de sua capacidade total.

Baixar arquivo
Educação

Enem: sala individual e reaplicação de exame são recursos contra Covid

Além do reforço de medidas de segurança sanitária para evitar a disseminação do novo coronavírus nos dias de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio, como maior espaço entre carteiras e uso de máscara, alguns recursos podem estão disponíveis: pedido de atendimento especial para pessoas do grupo de risco e reagendamento da prova de pessoas infectadas são exemplos.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Governo publica novas regras para assistência social de indígenas

Medida tem como principal objetivo melhorar atendimento às comunidades durante a pandemia de covid-19

Baixar arquivo
Geral

Curitiba tem primeiros casos de cães confirmados com Covid-19 no país

Nos dois casos identificados, os tutores dos animais já estavam infectados com o vírus, e os animais dormiam na mesma cama em que os donos. Segundo o coordenador da pesquisa, cães e gatos são resistentes ao vírus, e não transmitem a doença para serem humanos.

Baixar arquivo
Saúde

48% mortes por Covid-19 no Rio de Janeiro são de pessoas negras

Dados são do segundo boletim socioepidemiológico Covid nas Favelas, publicado pela Escola Nacional de Saúde Pública. Precisão dos dados de raça/cor aumentou, pois o preenchimento da característica nas notificações da doença cresceu de 55% para 85%.

Baixar arquivo