Fiocruz vai testar eficácia da vacina contra tuberculose para Covid-19

3 mil profissionais de saúde devem receber a imunização

Publicado em segunda-feira, 14 Setembro, 2020 - 18:00 Por Lígia Souto - Rio de Janeiro

A Fundação Oswaldo Cruz deve iniciar, em outubro, os testes com a vacina BCG, que previne a tuberculose, e que será usada no combate ao novo coronavírus. O estudo, feito em parceria com o Instituto de Pesquisa Infantil Murdoch da Austrália, vai recrutar 3 mil profissionais da área da saúde nos estados de Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro.

A pesquisadora da Fiocruz Margareth Dalcolmo, coordenadora da pesquisa no Rio de Janeiro, disse que antes de receber a vacina, os voluntários serão testados para verificar se há ou não a presença do vírus causador da Covid-19. As pessoas aprovadas a participar do ensaio clínico serão acompanhadas por até um ano, período em que serão feitas as avaliações recomendadas.

Ainda segundo Margareth Dalcolmo, o estudo vai comparar os resultados obtidos com os voluntários que foram vacinados e aqueles que receberam o placebo, que é a substância inativa. A intenção é descobrir se a vacina protege contra o coronavírus ou se, pelo menos, pode amenizá-lo.

Para dar início aos testes, os pesquisadores australianos se basearam em estudos que mostram os efeitos da BCG contra outras infecções respiratórias virais.

A pesquisa está na fase 3 dos ensaios clínicos, com a testagem em humanos. Esta etapa, a mais avançada, é que vai verificar a eficácia no tratamento da Covid-19. É importante ressaltar que ainda não há comprovação.

A BCG é uma vacina de rotina, aplicada normalmente em recém-nascidos, mas pode ser tomada até os 4 anos de idade. Ela é obrigatória no Brasil desde 1976 e está disponível no SUS, Sistema Único de Saúde, protegendo crianças das formas mais graves da tuberculose.

Além do Brasil e da Austrália, Espanha e Reino Unido também participam do estudo, que já foi aprovado pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa e será financiado pela Fundação Gates.

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo