UFG está concluindo pesquisa que diagnostica covid-19 pela saliva

Exame não invasivo será um alívio para quem precisa de teste regular

Publicado em 26/10/2020 - 14:58 Por Anna Luisa Praser - Brasília

A universidade Federal do Goiás, a UFG, está na reta final da pesquisa que consegue diagnosticar a covid-19 pela saliva. Um alívio para quem precisa passar regularmente por testes para detecção do novo coronavírus, já que não depende de picadas para colher o sangue e nem da introdução daqueles cotonetes enormes nas vias respiratórias para ter acesso ao material de análise que será enviado aos laboratórios.

O Servidor Público Marcelo Moura se encaixa nesse caso. Desde que voltou a trabalhar presencialmente, já passou por sete testes dos quais cinco foram do no modelo Swab – que colhe secreção do nariz e da garganta. Ele está bem animando com a possibilidade de um exame menos invasivo:

As pesquisas específicas, voltadas para o diagnóstico da covid-19, iniciaram em março desse ano, quando os casos da doença começaram a se intensificar no Brasil. No entanto, essa técnica já era utilizada há, pelo menos, seis anos, como explica a pesquisadora Gabriela Duarte.

Esse exame é rápido, de baixo custo e muito eficiente, porque consegue detectar a presença do vírus já no primeiro dia de sintomas. O diagnóstico é de fácil interpretação já que é utilizada uma substância que muda de cor quando o DNA do novo coronavírus é identificado.

Apesar de revolucionária, a pesquisa quase parou por causa da falta de recursos. Para conseguir seguir com os testes, entidades como o Ministério Público do Trabalho e o Tribunal do Trabalho da 18ª Região, além da Fundação de Apoio e Pesquisa do Estado de Goiás e o CNPQ deram apoios financeiros que foram essenciais para que os estudos pudessem avançar.

E foi graças a esses recursos, que agora o teste está em fase de validação, que deve se encerrar nos próximos dias. O próximo passo será enviar os resultados para a Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, para que o novo teste possa ser aprovado, e depois disso, colocado amplamente à disposição da população.

Edição: Joana Lima

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Câmara apresenta novo parecer do texto de reforma do Imposto de Renda

O deputado federal Celso Sabino, do PSDB, apresentou, nesta terça-feira, um novo parecer para o projeto de reforma do Imposto de Renda, apresentado pelo governo federal em junho.

Baixar arquivo
Geral

Chuvas deixam ao menos cinco povoados isolados em Roraima

Defesa Civil do Estado considera imprevisto o volume de chuvas para o período. Estragos atingem cerca de 3 mil pessoas em nove cidades. 

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Queiroga pede que brasileiros se imunizem com a segunda dose

O Ministro da Saúde esteve na Comunidade da Maré, no RJ, onde foi apresentado um balanço da vacinação em massa contra o coronavírus, neste que é o maior conjunto de favelas da cidade.

Baixar arquivo
Educação

Educação bilíngue de surdos é inserida na LDB da educação nacional

A educação bilíngue é aquela em que a Língua Brasileira de Sinais é considerada a primeira língua, e o português escrito como segunda língua.

Baixar arquivo
Geral

#AprenderParaPrevenir quer alertar sobre riscos de desastres naturais

Com o tema #AprenderParaPrevenir foi lançada, nessa terça-feira, a campanha nacional para conscientizar a população de que é possível reduzir o risco de determinados desastres naturais, como, por exemplo, incêndios florestais.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Anvisa autoriza teste do medicamento Leronlimabe

A Anvisa autorizou, nesta segunda-feira, o estudo clínico para avaliar a segurança e a eficácia do medicamento Leronlimabe. A ideia é usar a droga para tratar pacientes com covid-19 e que tenham desenvolvido quadros moderados de pneumonia.

Baixar arquivo