Estudo revela que pandemia piorou saúde mental de adolescentes no país

Publicado em 02/12/2020 - 17:00 Por Lígia Souto - Rio de Janeiro

A pandemia deixou quase metade dos adolescentes, com idades entre 12 e 17 anos, nervosos, ansiosos e de mau humor. Esses problemas foram relatados por 48,7% dos jovens ouvidos pelo Instituto de Comunicação e Informação em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz, em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais e a Unicamp.

As medidas restritivas impostas para conter o novo coronavírus também aumentaram o sedentarismo, assim como o consumo de doces e congelados entre esses brasileiros. Além disso, o levantamento apontou que o sono também foi afetado: quase 24% dos adolescentes apresentaram problemas para dormir.

O estudo investigou, entre os meses de junho e setembro, as mudanças na rotina, estilo de vida, relações com familiares e amigos, nas atividades escolares e nos cuidados com a saúde.

O resultado apontou um salto no percentual de adolescentes que não praticam sequer uma hora de atividade física durante a semana. Antes da pandemia esse contingente era de 20,9%, e com a chegada da covid-19, ultrapassou os 43%.

Ainda segundo o levantamento, 70% dos brasileiros de 16 a 17 anos passaram a ficar mais de 4 horas por dia em frente ao computador, tablet ou celular, além do tempo das aulas on-line.

A pesquisadora da Fiocruz e coordenadora do trabalho, Celia Landmann, disse que chamou muita atenção o estado de ânimo dos jovens durante esse período. Segundo ela, quase 50% relataram preocupação, nervosismo e mau humor.

A estudante do ensino médio, Letícia Almeida, conta que, desde o início da quarentena, não tem saído de casa, e por isso tem ficado bastante triste e nervosa.

Sobre as dificuldades para acompanhar as aulas on-line, 59% dos jovens informaram ter dificuldade de concentração; 38,3% mencionaram a falta de conexão com os professores, e 31,3% ausência de interação com amigos.

O percentual de estudantes que disseram estar entendendo pouco do conteúdo repassado de maneira virtual ultrapassou os 47%, e 15,8% declararam que simplesmente não conseguem compreender as aulas.

A pesquisa da Fiocruz entrevistou quase 9,5 mil adolescentes, que responderam a um questionário online, entre os dias 27 de junho e 17 de setembro.

Edição: Ana Pimenta

Últimas notícias
Justiça

GDF terá que indenizar família de idoso que teve respirador desligado

Outro paciente teria retirado o aparelho da tomada no Hospital Regional de Taguatinga (HRT). O juiz entendeu houve falha do governo na supervisão e segurança do idoso.

Baixar arquivo
Cultura

Cidade histórica do Maranhão se prepara para Festa do Divino

Com rico conjunto arquitetônico que contém mais de 400 prédios históricos e ruínas, a cidade de Alcântara, no Maranhão, se prepara para celebrar a partir de amanhã, a tradicional Festa do Divino Espírito Santo.

Baixar arquivo
Economia

IPCA-15 registra 0,59% em maio e acumula taxa de 4,93% no ano

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, apesar da desaceleração frente a abril, esse foi o maior índice para meses de maio desde 2016, quando ficou em 0,86%.

Baixar arquivo
Geral

Regiões Norte e Nordeste podem ter chuvas intensas com ventos fortes

O Instituto Nacional de Meteorologia alerta: chuvas intensas podem chegar a 50 milímetros com ventos de até 60 quilômetros por hora em 11 estados das regiões Norte e Nordeste. Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e raios.

Baixar arquivo
Segurança

Operação no Rio tem 11 mortos, escolas fechadas e fuzis apreendidos

Polícia Militar afirma que 10 pessoas que morreram eram criminosas. Uma moradora também foi atingida dentro de casa e não resistiu. Além de 19 escolas fechadas, cinco clínicas da família não abriram para atendimento. 

Baixar arquivo
Geral

Justiça nega pedido de liberdade de delegada Adriana Belém

Ela foi presa no último dia 10 e guardava em casa cerca de R$ 1,8 milhão, que foram apreendidos.

Baixar arquivo