Estudo revela que pandemia piorou saúde mental de adolescentes no país

Publicado em 02/12/2020 - 17:00 Por Lígia Souto - Rio de Janeiro

A pandemia deixou quase metade dos adolescentes, com idades entre 12 e 17 anos, nervosos, ansiosos e de mau humor. Esses problemas foram relatados por 48,7% dos jovens ouvidos pelo Instituto de Comunicação e Informação em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz, em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais e a Unicamp.

As medidas restritivas impostas para conter o novo coronavírus também aumentaram o sedentarismo, assim como o consumo de doces e congelados entre esses brasileiros. Além disso, o levantamento apontou que o sono também foi afetado: quase 24% dos adolescentes apresentaram problemas para dormir.

O estudo investigou, entre os meses de junho e setembro, as mudanças na rotina, estilo de vida, relações com familiares e amigos, nas atividades escolares e nos cuidados com a saúde.

O resultado apontou um salto no percentual de adolescentes que não praticam sequer uma hora de atividade física durante a semana. Antes da pandemia esse contingente era de 20,9%, e com a chegada da covid-19, ultrapassou os 43%.

Ainda segundo o levantamento, 70% dos brasileiros de 16 a 17 anos passaram a ficar mais de 4 horas por dia em frente ao computador, tablet ou celular, além do tempo das aulas on-line.

A pesquisadora da Fiocruz e coordenadora do trabalho, Celia Landmann, disse que chamou muita atenção o estado de ânimo dos jovens durante esse período. Segundo ela, quase 50% relataram preocupação, nervosismo e mau humor.

A estudante do ensino médio, Letícia Almeida, conta que, desde o início da quarentena, não tem saído de casa, e por isso tem ficado bastante triste e nervosa.

Sobre as dificuldades para acompanhar as aulas on-line, 59% dos jovens informaram ter dificuldade de concentração; 38,3% mencionaram a falta de conexão com os professores, e 31,3% ausência de interação com amigos.

O percentual de estudantes que disseram estar entendendo pouco do conteúdo repassado de maneira virtual ultrapassou os 47%, e 15,8% declararam que simplesmente não conseguem compreender as aulas.

A pesquisa da Fiocruz entrevistou quase 9,5 mil adolescentes, que responderam a um questionário online, entre os dias 27 de junho e 17 de setembro.

Edição: Ana Pimenta

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Manaus começa vacinar pessoas com comorbidades a partir desta segunda

A partir desta segunda-feira, dia 12, pessoas com qualquer tipo de comorbidades, que são as doenças preexistentes, vão poder buscar a vacina, contra a Covid-19, em Manaus, no Amazonas.

Baixar arquivo
Justiça

Vacina covid: TJ Rio mantém prioridade de professores e policiais

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, decidiu manter, na íntegra, o decreto estadual que beneficia os trabalhadores das forças de segurança e da educação como parte do grupo prioritário para vacinação contra a covid-19. 

Baixar arquivo
Segurança

PM do Rio prende lider de facção acusado de mais de 30 homicídios

O Comando de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro prendeu, na manhã deste sábado, um homem apontado como líder de uma facção criminosa do tráfico no Estado.

Baixar arquivo
Saúde

Em Maceió prefeitura organiza ação de vacinação por 24 horas

Na capital Alagoana, Maceió, a imunização contra a covid-19 não vai ter descanso neste fim de semana. A vacinação vai ocorrer por 24 horas. A força-tarefa vai ter início às 16h deste sábado e se estende até às 16h de domingo.

Baixar arquivo
Economia

Caixa paga neste domingo auxílio emergencial para nascidos em março

A Caixa Econômica Federal começa a pagar neste domingo a primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021 aos beneficiários nascidos em março e que não fazem parte do Bolsa Família. A Caixa informou que nessa sexta-feira dois milhões de pessoas nascidas em fevereiro receberam os pagamentos.

Baixar arquivo
Economia

Cheia de rios no Amazonas provoca perdas financeiras para agricultores

A cheia dos rios no Amazonas já provocou perdas financeiras para os agricultores em 15 municípios do Estado. As produções agrícolas mais afetadas ficam nas regiões dos rios Purus, Juruá, Madeira e médio Solimões. De acordo com o Idam o prejuízo pode chegar a R$ 100 milhões

Baixar arquivo