Pesquisa de soro contra Covid-19 produzido com cavalos avança no país

Na Argentina, uso emergencial do método foi liberado no dia 10

Publicado em 26/01/2021 - 20:18 Por Victor Ribeiro - Brasília

O nome parece difícil: soro equino hiperimune. Mas o efeito é simples: usar uma dose - desculpe o trocadilho - cavalar de anticorpos para tratar pacientes com Covid-19.

O soro produzido por cavalos não é uma novidade. Há mais de 100 anos pesquisadores brasileiros usam essa substância quando a gente é mordido por cachorro - para evitar raiva -, contra os efeitos de picada de cobra ou no combate ao tétano.

O soro contra a Covid-19 já é pesquisado em outros países. Entre eles a Argentina, onde o estudo está bastante avançado e o uso emergencial foi liberado no dia 10 de janeiro. O Brasil está quase lá, como conta o pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro e presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do estado, Jerson Lima Silva.

De acordo com os dados da Argentina, o soro deve ser usado em pacientes agudos com quadros moderados ou severos da Covid-19. Em 45% dos casos, a substância reduziu a mortalidade; em 24%, diminuiu a necessidade de internação; e em 36% dos pacientes, não foi mais necessário usar respiração mecânica.

Os cientistas da UFRJ, da Fiocruz, do Instituto Vital Brazil e do Instituto D’Or, que se uniram no desenvolvimento desse tratamento, esperam apresentar à Anvisa um pedido de uso emergencial no começo do mês que vem.

De acordo com Jerson Lima Silva, o soro desenvolvido em cavalos se mostrou eficaz contra três variações do novo coronavírus, mas não substitui a vacina.

Os cavalos que integram a pesquisa ficam no Instituto Vital Brazil, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Eles não são contaminados com o novo coronavírus, mas recebem a proteína S, que fica na espícula do vírus. São aquelas pontinhas que parecem uma coroa - daí o “corona” do nome - e que ligam a estrutura do vírus às nossas células.

Essa proteína é injetada por baixo da pele dos animais, que não sofrem nenhum dano, como detalha o diretor Industrial do Vital Brazil e líder da pesquisa na instituição, o veterinário Luiz Eduardo Ribeiro da Cunha.

Quando uma pessoa é infectada, ela também cria anticorpos, como uma reação natural à Covid-19. A diferença é que o soro dos cavalos pode ter de 20 a mais de 150 vezes a quantidade de anticorpos que um ser humano é capaz de produzir.

Luiz Eduardo conta que o soro extraído de cada cavalo é suficiente para tratar centenas de pessoas.

O soro equino hiperimune já passou por testes em laboratório, que comprovaram que o medicamento bloqueou a ação do vírus. Os estudos preliminares já foram publicados e aprovados pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. Assim que a documentação estiver pronta, os pesquisadores vão pedir à Anvisa as autorizações para testes clínicos em 41 voluntários e para uso emergencial.

Últimas notícias
Educação

Inep publica edital do Encceja 2022

A prova serve para que jovens e adultos, que não terminaram o Ensino Básico na idade indicada, possam fazer uma prova para conseguir os certificados do Ensino fundamental e Médio.

Baixar arquivo
Economia

CNI prevê necessidade de qualificação de 9,6 mi de pessoas até 2025

Isso é o que prevê o Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, divulgado nesta segunda-feira pela CNI (Confederação Nacional da Indústria).

Baixar arquivo
Geral

Rio: militares da Marinha são presos por envolvimento em assassinato

Três militares da Marinha e o pai de um deles, que é dono de um ferro-velho, na Praça da Bandeira, zona norte do Rio, foram presos na tarde desse domingo (15) por envolvimento no assassinato do perito papiloscopista da Polícia Civil Renato Couto de Mendonça, lotado no Instituto de Identificação Félix Pacheco.

Baixar arquivo
Esportes

História Hoje: há 45 anos, Muhammad Ali vencia Alfredo Evangelista

Evangelista, um jovem hispano-uruguaio, de apenas 22 anos, conseguiu passar do oitavo round pela primeira vez e ainda levar Ali, de 35 anos, até o 15° round. Até então, poucos pugilistas tinham ido tão longe contra o campeão mundial dos pesos pesados.

Baixar arquivo
Esportes

Campeonato Brasileiro: confira os resultados do fim de semana

Na Série B, Cruzeiro assumiu a liderança ao vencer o Náutico. Vasco também subiu e chegou ao G4 da competição ao derrotar o Bahia.

Baixar arquivo
Política

Partidos podem receber valores para campanha por vaquinhas virtuais

Autorização para receberem dinheiro por meio de financiamento coletivo na internet, também conhecido como crowdfunding, foi autorizada pelo TSE a partir de 15 de maio. 

Baixar arquivo