Polícia Civil do Rio investiga suspeitos de furar fila da vacinação

Publicado em 22/02/2021 - 17:03 Por Solimar Luz - Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpriu nesta segunda-feira (22) mandados de busca e apreensão contra suspeitos de furar a fila da vacinação em Niterói, na Região Metropolitana. As buscas aconteceram na casa de dois diretores da Organização Social (OS) Instituto Sócrates Guanaes e no Hospital Estadual Azevedo Lima, que é administrado pela organização social.
Agentes da Delegacia de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro procuraram documentos e provas sobre denúncias de fura-filas da covid-19 nas salas da diretoria, vacinação, recursos humanos e arquivos do hospital.
As investigações começaram depois de denúncias feitas pelo Conselho Regional de Enfermagem (Coren/RJ).  Segundo a polícia, dois filhos de um diretor da organização social, um de 16 e outra de 20 anos, foram imunizados, mesmo sem ser do grupo prioritário.
Na semana passada, os agentes também estiveram no Hospital Azevedo Lima e encontraram rasuras e outros problemas na lista de pessoas vacinadas. O nome do filho do diretor da OS aparece na relação como "acadêmico de medicina”.
A Delegacia de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro pediu à Justiça a busca e apreensão das listas de vacinados e de estagiários, acadêmicos, internos e residentes do Hospital Azevedo Lima para comparar com a relação daqueles que receberam o imunizante.
Em nota, a Polícia Civil informou que apreenderá os documentos originais e fornecerá cópias de todo o material para que não haja prejuízo ao calendário de vacinação.
Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde informou que está colaborando com as investigações da Polícia Civil para que todos os fatos sejam apurados de forma rigorosa e transparente, reforçando que preza pela transparência e correção nas ações sob responsabilidade da pasta.
Também em nota, o Instituto Sócrates Guanaes informou que as nove unidades sob sua administração estão seguindo à risca as determinações do Ministério da Saúde e das Secretarias Estaduais e Municipais para aplicação das vacinas em seus quadros. O Instituto informou que foi surpreendido pelas denúncias.
Segundo a OS, o diretor e a coordenadora suspeitos de envolvimento na imunização irregular foram afastados para ampla investigação interna.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Dia D disponibiliza a crianças e adolescentes 18 tipos de vacinas

A campanha de multivacinação vai até o dia 29 de outubro e visa aumentar a cobertura vacinal no país, que tem caído desde 2015, quadro que se agravou durante a pandemia.

Baixar arquivo
Geral

Governo baiano aumenta gratificação por armas retiradas de circulação

O estado multiplicou por quatro a gratificação dada por cada arma retirada de circulação pelas polícias civil e militar. A medida, segundo o governador Rui Costa, é para valorizar a produtividade policial no enfrentamento à criminalidade.

Baixar arquivo
Saúde

STF restabelece exigência de passaporte da vacina em Macaé, no RJ

A decisão atende a pedido do município. Com isso, volta a valer o decreto que exige a apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19 para o acesso e permanência em estabelecimentos.

Baixar arquivo
Saúde

Rio suspende aplicação de dose de reforço contra covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a medida foi necessária porque houve mudanças no cronograma de entrega do imunizante da Pfizer. E que a vacinação só será retomada após a entrega de novas remessas.

Baixar arquivo
Saúde

Rio: Maré deve concluir campanha de vacinação em massa contra covid

O mutirão para aplicação da segunda dose teve início na quinta-feira (14) e está sendo realizado em clínicas da família e associações de moradores. A mutirão começou às 8h e segue até 17h. 

Baixar arquivo
Geral

INSS publica novo calendário para prova de vida

A obrigatoriedade da prova de vida está suspensa até o final deste ano. Os aposentados e pensionistas que não realizaram o procedimento continuam recebendo o benefício.

Baixar arquivo