Serrana é primeira cidade a concluir vacinação em massa contra covid

Vacinação faz parte do Projeto S, um estudo do Instituto Butantan

Publicado em 11/04/2021 - 16:38 Por Eliane Gonçalves - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

Serrana, cidade do interior paulista, concluiu neste domingo (11) a campanha de vacinação contra a covid-19 e se tornou a primeira cidade do país a se beneficiar da vacinação em massa contra o coronavírus.

Todos os moradores com mais de 18 anos tiveram direito à vacina, o equivalente a cerca de 28 mil pessoas no município que tem pouco mais de 46 mil habitantes. Só ficaram de fora mulheres grávidas, pessoas com doenças crônicas e pessoas com sintomas de covid-19.

A vacinação em Serrana faz parte do Projeto S, um estudo do Instituto Butantan que vai avaliar a eficácia da Coronavac na prevenção de infecções pelo coronavírus.

Ainda não existem resultados oficiais sobre os efeitos da imunização em massa na cidade. O Instituto Butantan prometeu divulgar as primeiras análises em maio. Mas Leila Gusmão, vice-prefeita e secretária de Saúde do município, já percebeu quedas drásticas nas internações e nos casos graves da doença.

Serrana, que fica a pouco mais de 300 quilômetros da capital paulista, foi escolhida para o projeto justamente porque tinha altos índices de infecção por coronavírus. Agora, os moradores já começam a fazer planos, como a reabertura do comércio e das escolas.

Vanderson Montanari, de 39 anos, trabalha com transporte escolar e tomou a segunda dose da vacina no sábado (10). Agora, ele espera com ansiedade a vida voltar ao normal.

A prefeitura da cidade também quer aproveitar a imunização em massa para ativar a economia e estuda criar um programa de estímulos para as indústrias da região que quiserem investir no município. O grande diferencial do projeto D, como vai ser chamado, é que a partir de agora Serrana é a única cidade do país a contar com uma população economicamente ativa protegida contra covid-19.

 

Edição: Nádia Faggiani/ Renata Batista

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

Abate de bovinos cai 10,3% no primeiro trimestre do ano, aponta IBGE

O abate de bovinos caiu 10,3% no país no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020. Em compensação, o abate de suínos subiu 4,9% e o de frangos 2,4%, na mesma comparação.

Baixar arquivo
Economia

Estimativa do IBGE de abril prevê safra recorde para 2021

A safra de alimentos no Brasil deve atingir o recorde de 264,5 milhões de toneladas em 2021. A estimativa é que supere em 4,1% a do ano passado, que somou 254,1 milhões de toneladas.

Baixar arquivo
Economia

Trabalhadores nascidos em setembro podem sacar auxílio emergencial

A partir desta quarta-feira (12), trabalhadores informais nascidos em setembro já podem sacar a primeira parcela do auxílio emergencial. O saque também poderá ser feito pelos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Baixar arquivo
Economia

Câmara aprova projeto para combater superendividamento de consumidores

A matéria segue para apreciação do Senado Federal. O projeto de lei prevê o direito a uma renegociação com todos os credores a partir da mediação de um juiz  Na audiência, o consumidor pode apresentar um plano com prazo máximo de 5 anos para quitação das dívidas.

Baixar arquivo
Saúde

Prefeitura do Rio retoma vacinação contra a covid-19 em grávidas

A vacinação para este grupo, por orientação do Ministério da Saúde, é apenas com as vacinas Pfizer e CoronaVac, de acordo com a disponibilidade.

Baixar arquivo
Geral

No Dia da Enfermagem, profissionais defendem piso salarial nacional

A crise sanitária causada pela covid-19 continua sendo um grande desafio para as pessoas, para o governo e para os profissionais que atuam na linha de frente do combate à pandemia, que enfrentam a batalha pela vida de seus pacientes.

Baixar arquivo