SP: Crianças e gestantes foram vacinadas contra covid por engano

Publicado em 16/04/2021 - 19:57 Por Eliane Gonçalves, Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

Crianças e gestantes foram vacinadas contra covid por engano em São Paulo. Ao todo, 51 pessoas foram vacinadas contra a covid-19 por engano no estado de São Paulo. Eram pessoas que deveriam tomar a vacina contra a gripe e acabaram recebendo doses da Coronavac.

Em Itirapina, no interior do estado, foram 46 pessoas. Entre elas 28 crianças e duas mulheres grávidas. A Secretária de Saúde do município, Wlaukia Perondi, explicou que ocorreu um engano por parte de uma técnica de enfermagem.

Como a coronavac não foi testada nesses grupos, agora as pessoas vão ser observadas para o caso de apresentarem efeitos adversos. A Secretaria de Saúde do município abriu uma sindicância para apurar a falha.

Em Diadema, na região metropolitana da capital paulista, cinco crianças tomaram a vacina por engano. Elas tinham entre sete meses e quatro anos.Segundo a prefeitura, o erro aconteceu na troca de turno de duas técnicas de enfermagem. A vacinação tinha começado com o frasco correto, mas na troca de turno, a técnica que substituiu a colega, ao invés de pegar o frasco na caixa com a vacina da influenza, pegou o que estava na caixa da Coronavac.

As famílias das crianças foram informadas da troca e a técnica de enfermagem foi afastada. As crianças também passam a ser monitoradas para o caso de reações adversas.

Em nota, a prefeitura de Diadema condenou a aplicação equivocada da Coronavac e informou que abriu um processo administrativo para apurar a responsabilidade.

Também em nota, o Instituto Butantan, que produz a Coronavac, não recomendou a aplicação da segunda dose do imunizante nas crianças e gestantes que receberam a vacina por engano, justamente porque não existem informações sobre segurança ou eficácia da vacina nesses grupos.

Já a vacina contra a gripe vai poder ser aplicada, mas será preciso esperar, no mínimo, 14 dias para a imunização correta.

Os nomes dos profissionais envolvidos nas trocas de vacinas não foram divulgados.

Edição: Roberto Piza/ Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Feirantes da Manaus Moderna vão trabalhar em balsa durante as cheias

Com a subida do Rio Negro, que ultrapassou a cota de inundação severa, com 29,47 metros, cerca de 200 feirantes da Manaus Moderna vão trabalhar em uma balsa. Nesta segunda-feira, o Ministério do Desenvolvimento Regional, reconheceu a situação de emergência em Manaus,

Baixar arquivo
Política

Piso salarial para enfermeiros pode ser votado no Senado

O projeto de lei que prevê um piso salarial nacional para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, além de parteiras da rede pública e privada pode ser colocado em votação nos próximos dias no Senado.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: internação de idosos entre 60 e 64 anos cresceu 12% no DF

Também preocupa a vacinação contra a covid-19 entre pessoas de 60 e 61 anos, que está abaixo do esperado. Até a última semana, apenas 36% desse público-alvo tinha se vacinado.

Baixar arquivo
Saúde

Vacina contra covid-19: começa imunização de pessoas com comorbidades

A campanha nacional de vacinação contra covid-19 entrou oficialmente em uma nova etapa, que é a vacinação de pessoas de 18 a 59 anos com algumas doenças pré-existentes - as chamadas comorbidades - e também gestantes, puérperas e pessoas com deficiência.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: São Paulo começa a vacinar pessoas com comorbidades

O estado de São Paulo começou a vacinar nessa segunda-feira pessoas com Síndrome de Down, pacientes renais em hemodiálise e pessoas transplantadas imunossuprimidas.

Baixar arquivo
Saúde

Movimento em SP volta a crescer com flexibilização da quarentena

Movimento nas ruas de São Paulo volta a crescer com flexibilização da quarentena. No primeiro dia útil com as novas regras que flexibilizaram a quarentena no estado de São Paulo, a capital paulista registrou picos de congestionamento e transporte público lotado.

Baixar arquivo