Vacinados ainda podem ser infectados pelo coronavírus

Imunização protege contra caso grave, mas cuidados devem ser mantidos

Publicado em 17/04/2021 - 07:50 Por Victor Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O médico Diogo Luque trabalha numa UTI pediátrica no Rio de Janeiro e teve Covid-19 em dezembro. Como está na linha de frente do combate à pandemia, foi vacinado logo no começo e, no fim de fevereiro, já tinha tomado as duas doses. Mas 12 dias depois, apresentou novos sintomas e, após fazer exames, Diogo descobriu que tinha sido reinfectado.

O infectologista Julival Ribeiro destaca que a imunização costuma estar completa duas semanas após a segunda dose, mas que alguns vacinados podem ser infectados mesmo após o ciclo de imunização ser finalizado. De acordo com médico, a vantagem da vacina é reduzir os casos graves da Covid-19, além de evitar internações e mortes.

A pediatra Flávia Bravo, que é diretora da Sociedade Brasileira de Imunizações, reforça que mesmo após o que os médicos chamam de esquema completo - que são as duas doses de vacina -, é preciso manter as medidas sanitárias e de higiene. Flávia Bravo acrescentou que é preciso combinar a vacinação em massa com o distanciamento social e o uso de máscaras e álcool para conter as contaminações.

De acordo com o Vacinômetro do Ministério da Saúde, até esta segunda-feira (12) já foram distribuídos quase 47,5 milhões de doses de vacinas contra Covid-19. 27,06 milhões de pessoas foram vacinadas - o que representa 13,14% da população -, sendo 6,2 milhões, ou 2,95% dos brasileiros, com as duas doses.

Edição: Sheily Noleto/ Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Feirantes da Manaus Moderna vão trabalhar em balsa durante as cheias

Com a subida do Rio Negro, que ultrapassou a cota de inundação severa, com 29,47 metros, cerca de 200 feirantes da Manaus Moderna vão trabalhar em uma balsa. Nesta segunda-feira, o Ministério do Desenvolvimento Regional, reconheceu a situação de emergência em Manaus,

Baixar arquivo
Política

Piso salarial para enfermeiros pode ser votado no Senado

O projeto de lei que prevê um piso salarial nacional para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, além de parteiras da rede pública e privada pode ser colocado em votação nos próximos dias no Senado.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: internação de idosos entre 60 e 64 anos cresceu 12% no DF

Também preocupa a vacinação contra a covid-19 entre pessoas de 60 e 61 anos, que está abaixo do esperado. Até a última semana, apenas 36% desse público-alvo tinha se vacinado.

Baixar arquivo
Saúde

Vacina contra covid-19: começa imunização de pessoas com comorbidades

A campanha nacional de vacinação contra covid-19 entrou oficialmente em uma nova etapa, que é a vacinação de pessoas de 18 a 59 anos com algumas doenças pré-existentes - as chamadas comorbidades - e também gestantes, puérperas e pessoas com deficiência.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: São Paulo começa a vacinar pessoas com comorbidades

O estado de São Paulo começou a vacinar nessa segunda-feira pessoas com Síndrome de Down, pacientes renais em hemodiálise e pessoas transplantadas imunossuprimidas.

Baixar arquivo
Saúde

Movimento em SP volta a crescer com flexibilização da quarentena

Movimento nas ruas de São Paulo volta a crescer com flexibilização da quarentena. No primeiro dia útil com as novas regras que flexibilizaram a quarentena no estado de São Paulo, a capital paulista registrou picos de congestionamento e transporte público lotado.

Baixar arquivo