DF registra mais leitos de UTI do que pacientes na lista da covid-19

Mudança ocorre após 2 meses de superlotação

Publicado em 06/05/2021 - 21:10 Por Gésio Passos - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Após dois meses com UTIs superlotadas, o Distrito Federal registra um maior número de leitos de covid-19 disponíveis em relação ao número de pacientes da lista de espera. Na tarde dessa quinta-feira (6), a Secretaria de Saúde da capital indicava 70 leitos de UTI livres no SUS e 32 pessoas no aguardo de uma vaga.

Para outras comorbidades, a lista de espera para UTI chegava a 94 pessoas, com 16 leitos desocupados.

O secretário-chefe da Casa Civil do DF, Gustavo Rocha, explica a dinâmica de ocupação e liberação dos leitos na central de regulação do Sistema Único de Saúde.                          

Sobre a vacinação contra covid-19, o governo de Brasília continua a fazer um apelo para que as pessoas com comorbidades se cadastrem. A estimativa é que a capital tenha 309 mil pessoas com doenças preexistentes, porém apenas 122 mil fizeram o cadastro até o momento. Dessas, 34 mil fizeram o agendamento e apenas 8 mil foram efetivamente vacinadas, como explica Gustavo Rocha.

Segundo dados do governo do Distrito Federal, dos idosos entre 60 e 61 anos, apenas 36% se vacinaram. Lembrando que idosos não precisam agendar a vacinação.

Já as pessoas com comorbidades podem se cadastrar no site vacina.saude.df.gov.br. O agendamento dessa fase está restrito a pessoas com doenças preexistentes entre 55 e 59 anos, além de pessoas com síndrome de down, com deficiências e cadastradas no BPC, imunossuprimidos, doentes renais e grávidas com comorbidades.

A Secretaria de Saúde confirmou também a abertura do hospital de campanha na região administrativa do Gama para esta sexta-feira, com 100 leitos equipados com respiradores. Com a abertura de novas vagas, as cirurgias eletivas que não precisam de UTI serão retomadas no SUS.

O governo do DF disse ainda que, a partir desta sexta, um novo decreto vai autorizar o funcionamento do comércio de rua de 11h às 20h. Salões de beleza e agências de viagens vão poder abrir de 8h às 19h.

Edição: Bianca Paiva/ Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

CPI da Pandemia lista 14 pessoas que passam a ser investigadas

Relator da CPI da Pandemia do Senado, Renan Calheiros, divulgou uma lista com 14 pessoas que, inicialmente eram testemunhas, e agora passam a ser investigadas. Entre elas, estão o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Baixar arquivo
Segurança

Quatro pessoas foram mortas em operação contra facção criminosa

Quatro pessoas foram mortas nesta sexta-feira, incluindo um adolescente de 16 anos, em uma operação contra uma facção criminosa coordenada pela polícia civil do Rio de Janeiro em conjunto com as polícias civis do Pará e do Amazonas e ainda com apoio da Polícia Militar do Rio.  

Baixar arquivo
Esportes

Série D tem clássico potiguar e duelo paulista na tela da TV Brasil

O fim de semana de Série D na TV Brasil começa às 15h (horário de Brasília) deste sábado (19), com o duelo paulista entre Portuguesa e Santo André. No domingo, às 16h, tem Clássico Rei potiguar pelo Grupo 3: América de Natal e ABC, no estádio das Dunas.

Baixar arquivo
Economia

Procon-SP quer saber detalhes sobre a segurança dos celulares

Com o aumento de roubos de celulares para o acesso a aplicativos bancários, o Procon de São Paulo notificou empresas de telefonia como Samsung, Apple e Motorola, além de instituições financeiras e bancos para saber o grau de vulnerabilidade dos aparelhos.

Baixar arquivo
Geral

Bolsonaro participa da entrega de títulos rurais no Pará

A 500 quilômetros de Belém, capital do Pará, o presidente Jair Bolsonaro participou da entrega de títulos rurais, na cidade de Marabá, nesta sexta-feira (18).

Baixar arquivo
Saúde

Saúde libera R$ 2,8 milhões para o Programa Consultório na Rua

O Ministério da Saúde liberou R$ 2,8 milhões para  ampliar o Programa Consultório na Rua, que atende pessoas em situação de vulnerabilidade social. Atualmente, 158 equipes financiadas pelo ministério atuam em todo o país.

Baixar arquivo