MG: mineração impacta na saúde respiratória das pessoas em 22 cidades

Publicado em 18/05/2021 - 21:25 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Alterações na paisagem geradas pela mineração impactam na saúde respiratória das pessoas em uma das maiores províncias mineradoras do mundo: o Quadrilátero Ferrífero, que engloba 22 municípios de Minas Gerais. Essa foi a conclusão de um estudo feito na Universidade Federal de Minas Gerais.

A pesquisa conduzida pelo biólogo e engenheiro ambiental Matteus Ferreira, mostrou que fatores socioeconômicos e ambientais influenciaram nas taxas de internação por doenças respiratórias na região.

Segundo o estudo, municípios com maiores áreas verdes nos núcleos urbanos apresentaram menores taxas de internação na população jovem, de 0 a 14 anos, do sexo feminino. Já os municípios com maiores áreas de mineração apresentaram maiores taxas de hospitalização, incluindo a população idosa masculina.

Lembrando que o meio ambiente ecologicamente equilibrado é direito de todos, garantido pela Constituição Federal. O mestre em ecologia defende que o poder público precisa conhecer tanto os impactos positivos quanto negativos gerados pelas atividades de mineração, além dos benefícios de manutenção de uma área preservada. 

Com dados do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o estudo revelou que em 2019 houve uma redução de 73% no orçamento federal destinado às 18 unidades de conservação de Minas Gerais, em relação a 2018. Matteus Ferreira destaca que esses recursos são importantes para a preservação de áreas naturais.

Para melhorar a qualidade de vida dos moradores que vivem em áreas de mineração e reduzir as internações por problemas respiratórios, uma alternativa apontada pelo estudo é aumentar parcerias locais e regionais para aumentar as áreas verdes urbanas.

O estudo mostra que cada hectare de área verde nas cidades pode gerar R$ 123 de economia ao Sistema Único de Saúde somente em saúde respiratória.

Procurado para comentar o orçamento destinado às unidades de conservação de Minas Gerais, o ICMBio não retornou nosso contato até o fechamento desta reportagem.

Edição: Sheily Noleto/ Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

60% dos homens no Brasil só vão ao médico após sintoma insuportável

Esse é o tamanho do desafio da campanha Novembro Azul, que completa 10 anos no próximo mês e busca conscientizar o público masculino sobre a necessidade da prevenção em saúde.

Baixar arquivo
Justiça

Apple e Samsung são notificadas pela venda de celular sem carregador

As empresas Apple e Samsung foram notificadas pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública nesta quarta-feira, por causa da venda dos celulares que vêm sem o carregador de energia na caixa, apenas com o cabo.

Baixar arquivo
Saúde

Estado do Rio de Janeiro flexibilizará uso de máscara em local aberto

Atualmente a cidade tem 65,7% da população com o esquema vacinal completo.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Anatel recebe 15 propostas para o leilão do 5G no Brasil

A Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, recebeu nesta quarta-feira (27) os documentos das 15 empresas interessadas no leilão da telefonia móvel de quinta geração, o 5G.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Meio Ambiente lança o Floresta + Agro que remunera pela preservação

O Floresta + Agro é um programa que busca reconhecer os serviços prestados por produtores rurais em áreas de preservação legal e de preservação permanente. O Floresta + Agro é uma modalidade do Programa Floresta +, instituído no ano passado para remunerar quem protege a floresta nativa. 

Baixar arquivo
Justiça

CVC e Submarino serão investigados sobre novas regras de viagens

Ministério da Justiça e Segurança Pública abriu investigações preliminares para garantir que as novas regras durante a pandemia estão sendo cumpridas, como os procedimentos para a remarcação e cancelamento de voos e pacotes de viagens desde março de 2020.

Baixar arquivo