Boletim da Fiocruz aponta patamar alto de contaminação por covid-19

Números estão muito acima dos vistos nos piores momentos da pandemia

Publicado em 10/06/2021 - 16:37 Por Tâmara Freire - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Em um boletim extraordinário do Observatório Covid-19, os pesquisadores da Fiocruz apontam que o país vive uma combinação preocupante. Mesmo que tenha havido ligeira queda no número de óbitos pelo coronavírus, a incidência de novos casos permanece com pequenas oscilações em um patamar alto, o que demonstram que ainda é grande a transmissão da doença.

Na semana passada, o país registrou em média cerca de 62 mil casos e 1,6 mil óbitos diários por covid-19. Mesmo que as mortes estejam caindo aproximadamente 1,5% ao dia, os patamares atuais ainda estão muito acima dos vistos nos piores momentos da pandemia do ano passado. O pesquisador em Saúde Pública do Observatório, Raphael Guimarães explica que como a queda ainda não se sustenta, a perspectiva para o futuro próximo é temerária, inclusive com alta no número de mortes.

Outro fator que preocupa é que vinte estados e o Distrito Federal, assim como 17 capitais, encontram-se com taxas de ocupação dos leitos de UTI iguais ou superiores a 80%, o que configura situação crítica. E em 12 unidades da federação e capitais a lotação passa dos 90%.

Para os pesquisadores, a situação demonstra a persistência de quadro grave de sobrecarga no sistema de saúde pela covid-19. Além disso, com a vacinação dos idosos e maior exposição de adultos jovens, tem havido uma mudança no perfil etário de pacientes internados, o que talvez esteja resultando em maior permanência hospitalar. As poucas quedas mais significativas na ocupação ocorreram em Rondônia, no Espírito Santo e no Mato Grosso. Mas, de acordo com pesquisador da Fiocruz, o ideal é que isso não justifique o afrouxamento das medidas de contenção.

Os especialistas da Fiocruz também sugerem a adoção imediata de medidas de mitigação, como a restrição das atividades não essenciais por pelo menos 14 dias, em locais com números mais elevados. Além disso, dizem que é preciso distribuir e fiscalizar do uso de máscaras, visando uma meta de cobertura de pelo menos 80% da população.

Edição: Vitória Elizabeth/ Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Senacon oferece cursos gratuitos sobre direitos do consumidor

Quem quiser conhecer mais sobre temas que envolvem o dia a dia do consumidor, pode se inscrever em um dos cursos gratuitos que a Secretaria Nacional do Consumidor – Senacon está oferecendo.

Baixar arquivo
Geral

Bolsonaro participa da entrega de espadins na Escola Naval

Na cerimônia, o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, disse que o recebimento do espadim é a materialização do esforço e da dedicação dos aspirantes.

Baixar arquivo
Educação

Inscrições do Enem 2021 começam em 31 de junho também para treineiros

Estudantes que ainda não completaram o terceiro ano do ensino médio e estão interessados em fazer o Enem - Exame Nacional do Ensino Médio para se autoavaliar, podem se inscrever para a prova como treineiros, mas, apenas para a versão impressa.

Baixar arquivo
Cultura

Morto por covid, diretor de carnaval Laíla é enterrado no Rio

Laíla morreu na sexta-feira por complicações da covid-19. O carnaval carioca também perdeu nessa sexta Amadeu Amaral, o mestre Mug, que por 30 anos comandou a bateria da escola de samba Vila Isabel.

Baixar arquivo
Saúde

Rio inclui gestantes no calendário único de vacinação

A medida também inclui lactantes e  puérperas sem comorbidades. Essas vacinações  devem ser feitas com prescrição médica.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz entrega mais cinco milhões de vacinas da AstraZeneca

Somando a entrega desta semana, já são 54,8 milhões de doses produzidas e disponibilizadas ao Ministério da Saúde. Outras quatro milhões foram importadas prontas do Instituto Serum da Índia. 

Baixar arquivo