Alzheimer: agência dos EUA aprova uso de novo remédio contra a doença

Publicado em 21/09/2021 - 09:22 Por Kariane Costa - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Às vezes, o esquecimento de atividades simples do cotidiano, como regar plantas ou se perder em lugares que a pessoa sempre vai, pode indicar sintomas de uma doença. É o Alzheimer. De acordo com o Ministério da Saúde, a prevalência da enfermidade em pessoas com 65 anos ou mais é de 11,5%. O Alzheimer ainda não tem cura, mas existem tratamentos que fazem com que a  evolução da doença seja mais lenta.

Pela primeira vez em 18 anos, a agência reguladora nos Estados Unidos aprovou um novo remédio, chamado de Aducanumab. No Brasil, a medicação ainda não está aprovada para uso, e aguarda o aval da Anvisa.

A coordenadora do Departamento de Neurologia cognitiva e do envelhecimento da Academia Brasileira de Neurologia, Jerusa Smid, explica que o Aducanumab combate a presença de uma proteína chamada de beta-amiloide no cérebro dos pacientes. O acúmulo dessa proteína é um dos responsáveis pela doença. No entanto, Jerusa afirma que ainda  não foi comprovado beneficio clinico para os pacientes.

A especialista diz que a agência reguladora norte-americana aprovou a medicação no intuito de ampliar o uso para medir a eficácia clinicamente.

O novo remédio é destinado a pessoas na fase inicial da doença, por isso a importância do diagnóstico precoce. Entre os primeiros sinais do Alzheimer estão a dificuldade de memorizar informação recente, ou não se lembrar os nomes das coisas ou de pessoas próximas. Jerusa Smid alerta que é hora de procurar um especialista.

E aí entram as medidas preventivas, que acabam retardando a evolução. A dica é: tudo que você lembrar que é bom coração, é bom cérebro também.  Tratar o colesterol, diabetes, pressão alta, insônia, apneia, não fumar e fazer atividades física pelo menos três vezes por semana. 

Também é importante fazer atividades que estimulam o cérebro, como  palavras cruzadas, aprender novo idioma, tocar um instrumento ou investir em uma nova habilidade.

Edição: Raquel Mariano / Nathália Mendes

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

México prepara a retomada da exigência de vistos para brasileiros

De acordo com a agência de notícias Reuters, o pedido foi feito pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Um documento do Ministério do Interior mexicano avalia que esta é uma forma de reduzir a onda de imigrações ilegais do Brasil para os Estados Unidos, passando pelo México.

Baixar arquivo
Esportes

Daiane dos Santos visita os atletas dos Jogos Universitários

Os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), em Brasília, receberam a visita de Daiane dos Santos. Campeã do mundo no solo em 2003 e com três olimpíadas na carreira.

Baixar arquivo
Educação

MEC lança o Labcrie que é um laboratório de criatividade e inovação

Nesta sexta-feira, dia do professor, o Ministério da Educação lançou um projeto para instalar laboratórios de tecnologias para docentes da educação básica. O programa Labcrie, que significa Laboratório de Criatividade e Inovação para a Educação Básica.

Baixar arquivo
Geral

INSS começa a testar serviço de abertura de benefícios em 7 cartórios

Sete cartórios no país vão testar um sistema para aceitar os pedidos de salário-maternidade e de pensão por morte, quando emitirem certidões de nascimento ou de óbito.

Baixar arquivo
Esportes

Série B: Vasco enfrenta líder Coritiba em busca de vaga no G4

Faltam nove jogos para o fim da Série B do Campeonato Brasileiro e o Vasco ainda não alcançou o G4. A chance de chegar bem perto veio na rodada passada, mas o Cruzmaltino acabou perdendo para o Sampaio Corrêa, mesmo com um jogador a mais durante todo o segundo tempo.

Baixar arquivo
Cultura

Museu Francisco Coelho, em Marabá, inaugura sala de lendas amazônicas

A Sala das Lendas conta ilustrações interativas e importantes personagens, que fazem parte das fábulas amazônicas como, por exemplo, o boto, a mulher de branco, a Matinta Pereira – uma bruxa idosa que assombra as casas das pessoas durante a noite - , além do tradicional boi bumbá.

Baixar arquivo